Imigração aumenta taxas para petições e processos

Valores serão reajustados para diversos serviços; aumento entre em vigor no dia 23 de dezembro

0
10755
Esta é a segunda vez que o USCIS notifica os funcionários sobre um possível afastamento e volta atrás na decisão
Esta é a segunda vez que o USCIS notifica funcionários sobre um possível afastamento e volta atrás na decisão (foto: flickr)

O Departamento de Imigração anunciou, na última semana, o ajuste das tarifas cobradas na maioria dos processos e petições migratórias. Os novos valores entrarão em vigor em 23 de dezembro.

O United States Citizenship and Immigration Services (USCIS)  é quase totalmente financiado pelas tarifas pagas pelos peticionários de benefícios migratórios. A lei exige que o órgão ajuste as tarifas a cada dois anos para determinar os níveis necessários de fundos para administrar as leis Imigratórias do País, além de processar benefícios solicitados e prover a infraestrutura necessária de apoio a essas atividades.

As tarifas aumentarão pela primeira vez em 6 anos, com a média de 21% para a maioria das aplicações e petições. Isso inclui o custo referente a detecção de fraudes, segurança nacional, serviço ao consumidor, processamento de casos e prover serviços gratuitos a refugiados, solicitantes de asilo e outros clientes elegíveis para isenção de tarifas e outras isenções.

A determinação final contém uma lista do valor novo das tarifas, que poderão ser verificadas no website: www.uscis.gov, que estarão disponíveis somente depois de 23 de dezembro. As aplicações e petições recebidas após essa data não serão aceitas com os valores antigos.

“Este é o nosso primeiro aumento de tarifas desde novembro de 2010, portanto, apreciamos sinceramente enquanto nos preparamos nessa decisão final”, disse León Rodriguez, diretor do USCIS. “Nós temos noção do impacto que o aumento das tarifas tem sobre inúmeros clientes que servimos, por isso decidimos contra os aumentos recomendados nas revisões realizadas nos anos fiscais de 2012 e 2014. Entretanto, como um órgão dependente das tarifas pagas pelos clientes para poder funcionar, essas mudanças são agora necessárias para garantir que continuemos a atender os nossos clientes de forma efetiva. Nós também ofereceremos a tarifa reduzida para determinados candidatos à naturalização de renda baixa”, informou comunicado.

Confira alguns novos preços:

. A aplicação para a naturalização, o formulário N-400, subirá 8%, ou seja, de $595 para $640. Portanto, os candidatos que aplicarem antes de 23 de dezembro economizarão $45.

. O USCIS cobrará a tarifa de $320 para os candidatos à cidadania americana para indivíduos com renda entre 150% e 200% da Linha de Pobreza. Por exemplo, em 2016, um candidato com renda familiar anual entre $36 mil e $48.600 poderão pagar a tarifa reduzida. O pedido pode ser feito através do novo formulário I-942 (Request for Reduced Fee).

. A tarifa cobrada pelo formulário N-600, Aplicação para o Certificado de Cidadania, e o N-600K, Aplicação para a Cidadania e Emissão do Certificado Conforme a Seção 322, aumentará de US$ 550 e $600 para $1.170.

. A nova tarifa de $3.035 é exigida para o formulário I-924ª, Certificação Anual de Centro Regional.

. Visto de trabalho (incluindo religiosos): o formulário I-129 vai passar de $325 para $460.

– Para o documento de autorização de trabalho, o  formulário I-765 passa de $380 para $410

– Substituição de green card: aumenta de $365 para $455.