Imigração é tema favorito entre candidatos a deputado em Massachusetts

O democrata Brian Murray e a republicana Sandra Slattery Biagetti tentam conquistar a simpatia dos imigrantes

0
1732
Brian Murray (D-Milford)
Brian Murray (D-Milford)

DA REDAÇÃO (com Brazilian Times) – Embora os dois candidatos que concorrem ao posto de deputado estadual no 10º Distrito de Worcester, Massachusetts, discordem das estratégias que visam a resolução dos assuntos relacionados aos imigrantes indocumentados, ambos concordam que algo mais precisa ser feito.  Brian Murray (D-Milford) e Sandra Slattery Biagetti (R-Hopedale) tentam ocupar a vaga deixada por John Fernandes (D-Milford). O distrito inclui as cidades de Milford, Mendon, Hopedale e partes de Medway.

Murray disse que as autoridades locais devem administrar os efeitos da imigração indocumentada, frisando que a deportação de estrangeiros é responsabilidade das autoridades federais. Numa entrevista concedida na quarta-feira (2), ele citou as estratégias que as autoridades locais adotaram, incluindo a lei que determina o número máximo de moradores nas residências para evitar a superlotação, um subproduto da superlotação, e a criação de uma força-tarefa para lidar com as denúncias.

“Nós demos alguns passos criativos e positivos no combate aos problemas gerados pela imigração ilegal e esse é o tipo de política que eu ajudaria outras vizinhanças no distrito a implantarem”, disse Brian.

Ele também frisou a colaboração da Prefeitura  com o Departamento de Imigração (ICE) e o Acordo Mútuo entre o Governo e o Programa de Funcionários, o qual ajuda patrões a verificarem o status migratórios dos novos empregados, segundo o status do ICE. “Provavelmente, nós somos a única municipalidade no estado a aderir isso”, disse Murray.

Qualquer empresa que deseja trabalhar para a Prefeitura de Milford deve provar que todos seus funcionários estejam legalmente nos EUA e as autoridades encorajaram o comércio local a fazer o mesmo, segundo Murray. Os registros de qualquer prisão efetuada pela polícia de Milford são enviados ao ICE para revisão, acrescentou.

Já Biagetti disse que planeja “fechar buracos” na política de benefícios sociais oferecidos pelo Estado, especialmente os cartões de Transferência Eletrônica de Benefícios (EBT) que, segundo ela, são utilizados pelos indocumentados. Ela detalhou que deveria ser obrigatório os vendedores em lojas que aceitam o cartão EBT exigirem documentos de identificação dos beneficiados para garantir que  indocumentados não usem o sistema.

“O que eu estou tentando fazer é realmente tornar a cidade menos atraente para qualquer um (indocumentado) que chegar aqui”, disse ela. Ambos os candidatos disseram ser contra a emissão de carteira de motorista aos imigrantes indocumentados.