Imigração ilegal diminuiu 40% na fronteira dos EUA com o México

Anúncio foi feito pelo Secretário de Homeland Security, John Kelly, que disse que o número de imigrantes caiu 40% em fevereiro

0
3928
Número de imigrantes tentando atravessar a fronteira caiu 40%
Número de imigrantes tentando atravessar a fronteira caiu 40%

O número de imigrantes que tentaram entrar ilegalmente pela fronteira com o México nos últimos dois meses diminuiu significativamente. De acordo com o Secretário de Homeland Security, John Kelly, em comunicado divulgado à imprensa, em fevereiro o número de apreensões na fronteira foi 40% menor que em janeiro. No primeiro mês do ano, 31.578 pessoas foram presas na fronteira e em fevereiro, 18.762 pessoas.

Desde outubro de 2016, o U.S. Customs and Border Protection apreendeu 157 mil imigrantes ilegais – 35% a mais do que no ano fiscal anterior. “Desde que Trump assumiu a presidência, o número de imigrantes tentando atravessar a fronteira despencou”, diz a nota.

O comunicado informa, ainda, que está ficando cada vez mais complicado e perigoso atravessar a fronteira. Com as novas diretrizes imigratórias, os coiotes (apelido dado às pessoas que cobram para atravessar os imigrantes ilegalmente) praticamente triplicaram o valor cobrado. De acordo com informações do Homeland Security, os preços subiram de $3.500 para $8000.

“Vamos continuar seguindo as determinações do presidente Trump e comprometidos a proteger o país e seguir as leis. Sabemos que depois do inverno, entre março e maio, a tendência é que o número de pessoas tentando atravessar a fronteira aumente e estamos atentos a isso”, disse John Kelly.