Imigrante beneficiada pelo DACA é presa depois de dar entrevista

Daniela Vargas, de 22 anos, está no país desde os sete anos e aguardava renovação de seu benfício quando foi presa pelo ICE

0
12996
Daniela Vargas, de 22 anos, está no país desde os sete anos
Daniela Vargas, de 22 anos, está no país desde os sete anos

Na manhã de quarta-feira (1), Daniela Vargas deu um depoimento à imprensa, em Jackson (Mississippi) falando sobre sua vida de imigrante indocumentada nos Estados Unidos. Na tarde da mesma quarta-feira, agentes do ICE (Immigration and Customs Enforcement – a polícia imigratória) a detiveram e a levaram presa, diz a Associated Press.

Daniela, de 22 anos, nasceu na Argentina e foi trazida pelos pais para cá quando tinha apenas sete anos. Ela foi beneficiada pelo programa de proteção a imigrantes que chegaram ainda crianças nos Estados Unidos – DACA – promovido pelo governo Obama. Ela está temporariamente sem status enquanto aguarda a renovação do seu benefício.

Os pais de Daniela já haviam sido presos em casa pelo ICE. Segundo a reportagem da AP, Daniela teria se escondido num closet até que os agentes fossem embora e assim escapou de ser presa junto com os pais.

“Meu pai me beijou e disse adeus”, disse Daniela à reportagem. “Eu estava dormindo, e ele disse ‘Danny, a imigração está aqui’. Depois disso, fiquei com medo de ficar em casa e me escondi”.

A entrevista coletiva foi organizada pela Mississippi Immigrants Rights Alliance, e tinha o objetivo de “apoiar os perseguidos pelo ICE no estado”, segundo a página da instituição no Facebook. Na entrevista, Daniela falou que mesmo que seus pais tenham sido presos e ameaçados de deportação, ela continuará na “luta como uma ‘DREAMer’ (como são chamados os beneficados pelo programa DACA) para contribuir para este país, que sinto como se fosse meu”.

No final da tarde de quarta, o ICE divulgou uma nota sobre a prisão:

“O U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) levou Daniela Vargas (22), cidadã argentina presente ilegalmente [no país], em custódia no dia 1 de março durante uma ação em Jackson, Mississippi. Todos os dias, como parte de nossas operações de vigilância, as equipes do ICE detêm imigrantes criminosos e outros indivíduos que violam as leis imigratórias da nação. O ICE conduz ações especificas de acordo com a lei federal e as diretrizes da agência. O ICE não realiza batidas ou ações que visem estrangeiros indiscriminadamente.”

“Um juiz federal de imigração agora vai determinar se Daniela permanecerá detida ou se qualifica-se para algum benefício imigratório. O ICE aguarda essa decisão para ações futuras. O ICE é focado na identificação, detenção e remoção de ameaças à segurança pública, tais como estrangeiros criminosos e membros de gangues, assim como indivíduos que tenham violado as leis imigratórias da nação.”