Imigrante brasileiro é encontrado morto em seu apartamento

0
1163

DA REDAÇÃO, COM BRAZILIAN VOICE – Logo depois do Natal, na noite de sábado (26), o operário da construção civil Leonardo Ribeiro de Araújo, de 31 anos, divorciado, natural de Conselheiro Pena (MG), foi encontrado morto no apartamento onde morava em South River. Segundo Sidney Gomes, primo do brasileiro, ele vivia há 11 anos nos Estados Unidos e teria combinado de jantar na companhia de alguns amigos na cidade de Fairview, na mesma noite, entretanto, não compareceu. As autoridades especulam que Araújo tenha morrido entre os dias 24 e 25 de dezembro, sendo encontrado no dia seguinte (26) por um colega com quem compartilhava o apartamento. As informações são do Brazilian Voice.

Ele e o primo chegaram juntos aos Estados Unidos em 2004 e, desde então, Leonardo trabalhava na construção civil. Apesar de não viver com a esposa desde 2012, o casal divorciou-se oficialmente há aproximadamente 3 meses, segundo Gomes. Ela também está apoiando a campanha.

Sidney detalhou que o corpo do primo foi encontrado apoiado na almofada do sofá, sangrava do nariz e as roupas estavam sujas de vômito, indicando que ele possa ter sofrido um mal súbito, portanto, não tendo tempo para pedir socorro. O corpo do brasileiro foi encaminhado ao Instituto Médico Legal, onde será submetido à autópsia para determinar a causa da morte. Os resultados podem ser divulgados pelas autoridades competentes em até 30 dias.

Na tarde de terça-feira (29), durante entrevista à equipe de reportagem do BV, Sidney detalhou que “Léo”, como era popularmente conhecido na comunidade, pesava 320 libras, sendo considerado obeso, e na noite anterior ao trágico incidente havia bebida muito. Após vasculhar vários papéis no quarto do primo, ele descobriu que em agosto desse ano Araújo havia ido atendimento em um hospital em decorrência de dores fortes no peito. Essa não teria sido a primeira vez que isso acontecia, detalhou Gomes, pois, anteriormente, o primo havia se queixado diversas vezes do mesmo problema. Na ocasião, os médicos que o atenderam no setor de emergência recomendaram que ele se submetesse a exames mais detalhados.

Mais informações sobre a campanha beneficente de ajuda ao traslado do corpo de Leonardo Ribeiro de Araújo ao Brasil podem ser obtidas através do fone (732) 362-6175, falar com Sidney Gomes.