Imigrantes cubanos chegam a South Beach de barco

Assim que pisam em solo americano, cubanos têm privilégios imigratórios exclusivos, não oferecidos a nenhum outro estrangeiro, como Green Card emitido forma expressa

0
2747

DA REDAÇÃO (com Miami Herald) – Doze imigrantes cubanos chegaram à praia de Miami Beach num barco precário na manhã desta terça-feira (15).

Eles disseram que viajaram por seis dias até chegarem aos Estados Unidos, onde a lei imigratória oferece o benefício, conhecido como “wet feet, dry feet”. De acordo com esse princípio, se o cubano chegar em terra firme, já tem garantidos benefícios imigratórios exclusivos, não oferecidos a nenhum outro estrangeiro, como Green Card emitido forma expressa e facilitação da obtenção posterior de cidadania americana. O benefício foi criado em 1966 e está em vigor desde então.

O grupo, formado por 11 homens entre 20 e 35 anos e uma adolescente de 16 anos, além de uma cadela chamada Chiquitica, disse que saiu de Villa Clara na região central da ilha e que passou dois dias perdido no mar.

Depois de quatro dias, eles chegaram à praia de South Beach próximo à 15th e 17th Street, nas proximidades da Lincoln Road.

De acordo com as autoridades, eles estavam desidratados e disseram que passaram dois dias sem comida, mas, aparentemente, estavam saudáveis. Eles disseram que sobreviveram se alimentando de castanhas e água. “Estamos felizes por termos chegado bem”, disseram. A pequena embarcação tinha uma vela e era conduzida por remos.

O fato é que, chegando à terra firme, eles podem permanecer legalmente nos EUA. Caso sejam pegos no mar, são mandados pelas autoridades de volta à ilha.