Imigrantes são presos por saques em cidade devastada por furacão e DeSantis reage:’ Voltem para seu país’

“São pessoas estrangeiras, estão aqui ilegalmente, mas não apenas isso, tentam saquear após um desastre natural. Voltem para o seu país”, falou o governador a repórteres

0
1526
Ron DeSantis subiu o tom contra imigrantes no estado (foto: Flickr)
Ron DeSantis subiu o tom contra imigrantes no estado (foto: Flickr)

O departamento de polícia do condado de Lee anunciou várias prisões por saques na região, à medida que continuam os esforços de recuperação da área destruída pela passagem do furacão Ian. Somente nesta segunda-feira (10), oito pessoas foram presas após assaltarem lojas no Tanger Outlets, que fica na região da praia em Fort Myers.  

Segundo o xerife, os oito presos eram imigrantes, sendo três deles indocumentados. De acordo com ele, os acusados foram para a região parar trabalhar na limpeza dos destroços do furacão, ou atuar como voluntários. Dois identificados como Ernesto Pedroso Martinez, 34, e Noel Morales, 54, saíram de Homestead para cometer os crimes.

Durante uma coletiva de imprensa nesta terça-feira (11), o governador da Flórida, Ron DeSantis, usou a situação para subir o tom contra a imigração ilegal no estado. “São pessoas estrangeiras, estão aqui ilegalmente, mas não apenas isso, tentam saquear após um desastre natural. Voltem para o seu país”, falou o governador a repórteres.

Duas semanas após a passagem do furacão, muitas casas e estabelecimentos continuam sem energia elétrica e autoridades implementaram toque de recolher para diminuir a incidência de crimes.

Grady Judd, xerife de Polk, condado que também foi duramente impactado pelo furacão, sugeriu durante uma aparição no programa “Fox & Friends”, que os moradores reajam com tiros aos saqueadores.  “Eu sugiro que se um saqueador invadir sua casa você pegue sua arma e atire nele”, disse Judd.

Além de saques, as autoridades também estão alertando a população para tomar cuidado com golpistas. O Centro Nacional de Fraude em Desastres (NCDF) emitiu um aviso sobre fraudes em tentativas de fazer os moradores investirem em esforços de recuperação impossíveis.

O furacão Ian, de categoria 4, já e considerado um dos mais mortais da história moderna dos EUA, tendo deixado ao menos 101 mortos somente na Flórida, até o momento.