Jeff Sessions é acusado de perseguir juízes que votam a favor de imigrantes

Gota d’água ocorreu na Filadélfia onde um juiz foi substituído na última hora em uma audiência de deportação; associação de juízes questiona comportamento

0
1807
Jeff Sessions é conhecido por ser linha-dura contra imigrantes
Jeff Sessions é conhecido por ser linha-dura contra imigrantes

Conhecido por ser linha-dura com imigrantes, o Procurador-Geral Jeff Sessions está sendo acusado de retirar juízes de casos imigratórios “para que os imigrantes sejam deportados mais rapidamente”. A Associação Nacional de Juízes de Imigração, que representa 350 magistrados de imigração em todo o País, entrou com uma queixa esta semana contra o Executive Office for Immigration Review por substituir um juiz de última hora na Filadélfia.

Segundo a CNN, no dia 31 de maio o juiz Steven Morley usou um procedimento chamado “fechamento administrativo” para pausar temporariamente o caso de deportação do guatemalteco Reynaldo Castro-Tum, que entrou nos EUA em 2014 como um menor de idade acompanhado dos pais. Reynaldo não tinha sido localizado e o juiz pediu mais tempo para notificá-lo. Em julho, o juiz foi removido justamente da audiência para este caso e outro juiz ordenou a deportação de Reynaldo. Ele deliberou sobre outros casos, mas não sobre o caso do guatemalteco.

“É o exemplo mais flagrante de uma afronta à independência decisória”, disse a juíza Dana Leigh Marks, presidente emérita da Associação Nacional de Juízes de Imigração. “É uma ameaça à nossa própria existência, ao coração do que estamos tentando proteger.”

O procurador Jeff Sessions é contra a atitude de juízes de paralisar esses casos e afirmou que os juízes que fazem isso “perdem a autoridade”. O Departamento de Justiça, porém, não respondeu o porquê trocou de juízes na última hora.