Latam passa a cobrar por malas despachadas em voos do Brasil para os EUA

Passageiros só terão direito a levar a mala de mão gratuitamente; para despachar uma mala de 23kg, será preciso pagar $45 (se fizer antecipadamente) ou $90 se deixar para fazer no check in

0
3874
Latam também vai cobrar por assento marcado
Latam também vai cobrar por assento marcado

A partir de 1º de julho, a Latam vai começar a cobrar por malas despachadas em voos do Brasil para os Estados Unidos. O passageiro que optar pela passagem promocional só terá direito a levar uma mala de mão de até 10kg. Quem comprar a passagem até domingo (30), independentemente da data da viagem, ainda poderá levar duas malas de até 23 kg sem custo adicional. As informações são do UOL.

Passagens emitidas a partir de segunda-feira na classe Promo, a mais barata da companhia, dará direito apenas ao transporte de uma mala de mão. Caso o passageiro queira despachar uma mala maior, de até 23 kg, será necessário pagar. Até seis horas antes do embarque, o valor será de $45 dólares. Com menos de seis horas do voo, o preço dobra, passando para $90 dólares por mala despachada.

A Latam será a segunda companhia aérea a cobrar pelo despacho de bagagem em voos diretos com destino aos Estados Unidos. Na tarifa Light da Gol, também há cobrança para o transporte de uma mala de até 23 kg. O valor, no entanto, é bem inferior ao da Latam: custa R$ 60 para pagamentos antecipados e R$ 120 no balcão de check-in do aeroporto.

A empresa não informou se a regra vale para voos saindo dos EUA para o Brasil, com passagens compradas em território americano.

Três companhias aéreas americanas operam voos diretos entre o Brasil e os Estados Unidos. Em todas, é possível levar pelo menos uma mala sem custo adicional.

  • United Airlines: duas malas de até 23 kg
  • Delta Airlines: duas malas de até 23 kg
  • American Airlines: uma mala de até 23 kg