Levantamento mostra que 75% dos imigrantes presos pelo ICE não têm ficha criminal

Segundo o Transactional Research Access Clearinghouse (TRAC), da Syracuse University, dados do dia 1 de outubro mostram que dos 22.129 imigrantes presos, 16.740 não cometeram crimes graves

0
1122
Centro de Detenção de Imigrantes no Texas (Foto Wikimedia Commons)

Mais de 75.6% dos imigrantes que estão detidos em unidades prisionais do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) não têm passagem pela polícia. Segundo o Transactional Research Access Clearinghouse (TRAC), da Syracuse University, a grande maioria está presa por ofensas menores, como infrações de trânsito, e aguarda audiência com um juiz de imigração.

Dados do dia 1 de outubro mostram que dos 22.129 imigrantes presos, 16.740 não cometeram crimes graves.

O levantamento mostra que a maior parte dos presos está na South Texas ICE Processing Center em Pearsall (TX). Mais de 700 presos chegam ao local diariamente. O segundo centro com o maior número de imigrantes detidos fica em Lumpkin, Geórgia.

Números de setembro mostram que o ICE prendeu 4.281 pessoas e o US Customs and Border Protection (CBP) prendeu 24.063 imigrantes, a maioria tentando atravessar a fronteira ilegalmente.

O secretário de Homeland Security, Alejandro Mayorkas, destacou no início deste ano que a prioridade das prisões seria de pessoas que “ameacem a segurança pública por terem cometido crimes graves”. (Com informações do News Americas Now)