Luiza Helena Trajano lança oficialmente o Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Sul da Flórida

Empresária participou de uma série de eventos para promover o trabalho do núcleo regional

0
1140
Luiza Helena Trajano discursa no palco do Broward Center For The Performing Arts, em Fort Lauderdale (Fotos: Demetrius Borges)
Luiza Helena Trajano discursa no palco do Broward Center For The Performing Arts, em Fort Lauderdale (Fotos: Demetrius Borges)

Luiza Helena Trajano, considerada uma das maiores executivas do Brasil e eleita pela revista TIME uma das pessoas mais influentes de 2021, desembarcou em Miami na última sexta-feira (2) com o objetivo de oficializar o trabalho do Grupo Mulheres do Brasil (GMB) Núcleo Sul da Flórida. Liderado por Paola Tucunduva, Solange Gomes e Luciana Lewis, o núcleo local está ativo desde 2019, mas, por conta da pandemia, só agora conseguiu receber a visita de Luiza Trajano, que ajudou a fundar a sede brasileira em 2013. “Quero agradecer aos brasileiros no exterior, homens e mulheres, que estão nos ajudando a expandir nossos projetos mundo afora”, comentou a empresária em coletiva de imprensa, na segunda-feira (5), em Hollywood.

Atualmente, o GMB conta com 109 mil participantes no Brasil e 43 núcleos em 25 países, realizando ações voluntárias nas áreas de saúde, educação, igualdade racial e empreendedorismo. “A inauguração de um núcleo em Miami permite que mais mulheres participem desse mesmo propósito de união e ação por um mundo mais justo”, disse Trajano em entrevista ao AcheiUSA, apoiador oficial do Grupo Mulheres do Brasil no Núcleo Sul da Flórida.

Líderes do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Sul da Flórida: Solange Gomes, Luciana Lewis e Paola Tucunduva.

Durante o evento, a empresária demonstrou entusiasmo com o ambiente de negócios na região. “Sempre gostei muito de Miami, mas fazia cerca de cinco anos que eu não vinha à cidade”, contou. “Estou encantada! É impressionante o tanto que a região se desenvolveu nos últimos anos! Talvez vocês que moram aqui não percebam tanto”, comentou. “Miami é hoje um pólo de tecnologia, até porque o governo facilitou, coisa que não está acontecendo em outros lugares”, disse.

Um dos pilares do Grupo é fomentar o empreendedorismo feminino através de uma série de iniciativas regionais, entre elas o Liga Empreendedora, programa de mentoria que visa capacitar empreendedoras locais com, pelo menos, um ano de atuação em sua área. As inscrições para participar da seleção vai até o dia 16 de setembro, no site do grupo linktr.ee/GMBsulflorida.

Na quarta-feira (7), Trajano subiu ao palco do Broward Center for the Performing Arts, em Fort Lauderdale, para apresentar os planos de atuação do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Sul da Flórida. No evento, foram apresentados os sete comitês locais que tratam de questões relacionadas ao Combate à Violência Contra a Mulher, Conexões com a Comunidade, Empreendedorismo, Comunicação & Cultura, Jurídico, Sustentabilidade e Bem-Estar. “Convidamos todas vocês a se unirem conosco! Seja a mulher precisando de ajuda ou aquela em posição de ajudar, aqui todas são bem-vindas”, declarou Trajano à uma plateia de aproximadamente 500 pessoas.

Voluntárias do Grupo Mulheres do Brasil em evento no Broward Center for the Performing Arts

Na ocasião, participantes do grupo foram convidadas ao palco para compartilhar histórias de suas trajetórias de vida, envolvimento com o voluntariado e causas feministas. “Não queremos a transformação pelo grito ou pela força, queremos transformar mostrando às mulheres que elas podem”, disse Chieko Aoki, CEO da Blue Tree Hotels, uma das maiores redes hoteleiras do Brasil, e uma das fundadoras do GMB.

Trajano, que viajou com uma comitiva de 35 pessoas do Brasil, incluindo representantes da favela de Heliópolis, em São Paulo, também falou de representatividade e igualdade racial. “Fui muito criticada quando criamos o programa de trainee para negros no Magazine Luiza. Quiseram me cancelar, chamaram de racismo reverso. Eu não me importo! Farei sempre o que estiver ao meu alcance para acabar com qualquer tipo de injustiça”, disse. Sobre a diversidade em Miami, Trajano comentou: “Nós fomos à bons restaurantes e vimos muitos negros frequentando, não apenas servindo. Fiquei tão feliz! Ontem, andando no shopping com as meninas do grupo, quase choramos de emoção percebendo negros ocupando esses espaços com tanta dignidade”.

O Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Sul da Flórida se despede de sua líder nesta sexta-feira (9), em uma última reunião com as representantes dos comitês locais. “Esperamos que a visita da Luiza sirva de inspiração para a comunidade da Flórida se unir e ampliar as benfeitorias que o Grupo promove aqui e no Brasil!”, disse Paola Tucunduva, uma das fundadoras do núcleo. “A Luíza é uma líder que prega a leveza, a transparência e a amizade. Ela é muito acessível e isso nos ajuda a replicar o estilo de liderança dela aqui”, comentou Solange Gomes. “Estamos preparando muitos projetos para a comunidade e contamos com as mulheres da Flórida para expandir o nosso impacto social”, disse Luciana Lewis. A próxima reunião do núcleo GMB no Sul da Flórida acontece no dia 20 de outubro. Para mais informações, visite as redes sociais do grupo @grupomulheresdobrasil.sulfl e torne-se membro voluntária pelo www.grupomulheresdobrasil.org.br.


Veja mais fotos da coletiva de imprensa e coquetel de boas vindas para Luiza Helena Trajano aqui.

Veja mais fotos do almoço do Grupo Mulheres do Brasil com Luiza Helena Trajano aqui.

Veja mais fotos do lançamento oficial do Grupo Mulheres do Brasil aqui.