Mansão de Jeffrey Epstein começa a ser demolida em Palm Beach

Imóvel foi vendido por $22 milhões e dinheiro será destinado às vítimas do milionário, morto em 2019; Epstein foi acusado de aliciar e abusar sexualmente de pelo menos 36 jovens, entre elas, menores de idade

0
2134
A propriedade luxuosa de Jeffrey Epstein fica de frente para o mar e está localizada no número 358 da El Brillo Way (Foto: DAMON HIGGINS/PALM BEACH DAILY NEWS/REUTERS)
A propriedade luxuosa de Jeffrey Epstein fica de frente para o mar e está localizada no número 358 da El Brillo Way (Foto: DAMON HIGGINS/PALM BEACH DAILY NEWS/REUTERS)

A mansão que um dia pertenceu ao milionário Jeffrey Epstein começou a ser demolida nesta segunda-feira (19) em Palm Beach. O imóvel foi vendido por $22 milhões ao construtor Todd Michael Glaser, que vai construir uma nova casa no local. O dinheiro da venda será revertido às vítimas do milionário, que morreu em 2019 na prisão.

A propriedade luxuosa fica de frente para o mar e está localizada no número 358 da El Brillo Way. A mansão de 14 mil square foot foi comprada por Epstein em 1990 e tinha seis quartos, sete banheiros, piscina e área de lazer.

Jeffrey Epstein foi acusado por pelo menos 36 jovens, algumas com apenas 14 anos, de abuso sexual. A morte do milionário foi registrada como suicídio, mas essa versão está sendo contestada na Justiça. 

A companheira de Epstein, Ghislaine Maxwell, foi condenada em 2020 por aliciamento de menores e tráfico sexual.