Mansão em Palm Beach que pertenceu a Trump é vendida a um dos preços mais altos do mercado

Unidade de dois mil metros quadrados foi comprada por $132 milhões

0
1699
Casa de quase 2 mil metros quadrados estava no mercado com um preço inicial de $ 140 milhões (Foto: Forbes)
Casa de quase 2 mil metros quadrados estava no mercado com um preço inicial de $ 140 milhões (Foto: Forbes)

DA REDAÇÃO – Uma mansão em Palm Beach, na Flórida, foi vendida por $132 milhões e se tornou a segunda casa unifamiliar mais cara a ser comercializada nos Estados Unidos. O comprador foi Scott Shleifer, co-fundador da Tiger Global Management.

A casa de quase 2 mil metros quadrados estava no mercado há algumas semanas com um preço inicial de $ 140 milhões. Apesar da leve redução de preço, ainda se aproxima da antiga propriedade de David Geffen, em Beverly Hills, comprada em 2020 por Jeff Bezos por um valor de $165 milhões.

Localizada próxima ao mar, tendo o bilionário Nelson Peltz como vizinho, a nova casa de Shleifer fica em um terreno que antes pertencia ao ex-presidente Donald Trump, segundo reportou o “Wall Street Journal”. Na época em que Trump era dono da propriedade, ela era conhecida como Maison de L’Amitié. Ele vendeu a propriedade ao bilionário russo Dmitry Rybolovlev por $95 milhões em 2008, que mais tarde a subdividiu em três partes. 

Em 2017, Mark Pulte, um importante player na indústria de construção residencial comprou o terreno à beira-mar por $37 milhões e construiu esta casa de nove quartos, que vem com inúmeras comodidades luxuosas como um cinema ao ar livre, adega, spa de beleza, jardim planejado, piscina à beira-mar e casa de hóspedes separada. A propriedade foi vendida sob uma empresa ligada à Pulte.

O vendedor foi representado por Lawrence Moens da Lawrence A. Moens Associates, a mesma pessoa que frequentemente gerencia as outras compras de Griffin em Palm Beach. Moen tinha um interesse em investir na propriedade, segundo o “The Real Deal”. O comprador foi representado por Ryan Serhant de Serhant e Chris Leavitt de Douglas Elliman.

O investidor Ken Griffin ainda detém o recorde de compra mais cara do país com uma propriedade avaliada em $238 milhões no edifício Central Park South de New York. Griffin também gastou pelo menos $50 milhões em compras em Palm Beach como parte de seu plano para montar uma área que até agora atingiu 20 acres de extensão, segundo o WST.