Matthew se aproxima e Sul da Flórida está sob aviso de furacão

Previsão é de que Matthew passe pela costa da Flórida, entre Golden Beach e Sebastian Inlet, e siga para o norte acompanhando a costa leste americana; tempestade chega na quinta à noite, com força de categoria 4, trazendo ventos de até 130 milhas por hora e chuvas torrenciais

0
35507
Furacão Matthew prossegue em direção à costa leste

O boletim das 11 p.m. desta terça-feira (4) do National Hurricane Center trouxe pouca mudança para a situação do sul da Flórida quanto ao furacão Matthew. Uma vasta área, que envolve os condados de Broward, Palm Beach, Indian River, Okeechobee, Brevard, Martin e Volusia, está sob aviso de furacão, significando que um furacão pode atingir a região dentro de 36 horas.

O condado de Miami-Dade permanece em aviso de tempestade tropical, colocando-o em uma situação de menor risco que Broward e os condados ao norte.

O estado de emergência está decretado em todo estado, e as autoridades recomendam que a população tome precauções imediatas contra a tempestade.

Caso seja necessária uma evacuação obrigatória, uma lista dos locais de abrigo na região pode ser encontrada no link:

http://www.broward.org/hurricane/pages/evacuationshelterinformation.aspx

As condições meteorológicas devem piorar na região dentro do cone de probabilidades a partir da manhã de quinta-feira (6), quando Matthew estará mais perto da costa sudeste da Flórida. Há ainda a possibilidade de um impacto direto em terra, já que toda a área permanece dentro do cone de probabilidades da trajetória da tempestade.

Matthew passou por Cuba na noite desta terça-feira, sem alterações na sua intensidade, e agora segue para um impacto direto com as Bahamas, com intensidade de categoria 4.

Abaixo um lista de precauções que devem ser tomadas nas próximas horas pela população das áreas em aviso de furacão:

Antes do Furacão:

  • prepare um “kit” de emergência (veja abaixo o que incluir no “kit”);
  • verifique, com antecedência, a validade e a cobertura da sua apólice de seguro;
  • combine antecipadamente com familiares e amigos que vivam em outras áreas da cidade a possibilidade de hospedagem, na hipótese de sua residência estar localizada em região de evacuação (http://www.floridadisaster.org/publicmapping/ ou http://gisweb.miamidade.gov/communityservices);
  • tenha sempre registrado um número de telefone de fora do Estado da Flórida, para comunicação com amigos e familiares;
  • acompanhe permanentemente os noticiários locais ou registre-se para receber alertas sobre furacões ou tempestades tropicais;
  • obedeça fielmente às instruções dos órgãos oficiais, transmitidas via rádio/TV/jornais/internet; · mantenha sua família informada de todos os acontecimentos e instruções;
  • em caso de alerta de furacão, mantenha dinheiro e documentos acondicionados em bolsas ou embrulhos de plástico, para evitar que sejam danificados por excesso de umidade;
  • em caso de alertas de furacão, mantenha cheia d’água a banheira e outros recipientes de grande volume para uso comedido durante e após a tempestade;
  • cumpra as determinações de evacuação;
  • informe-se antecipadamente sobre os abrigos públicos mais próximos de sua casa, por meio da página http://floridadisaster.org/shelters/;
  • providencie, com antecedência, um lugar para deixar os animais domésticos (animais domésticos não são permitidos nos abrigos da Cruz Vermelha, nem na maioria de abrigos de outras instituições);
  • apare as árvores de sua propriedade – árvores bem aparadas resistem melhor às ventanias;
  • mantenha sempre cheio o tanque de combustível do seu veículo;
  • não instale geradores dentro de sua residência ou em lugar sem ventilação, pois há perigo de explosão, emissão de gás carbônico, entre outros; e
  • retire todo o lixo da residência e do jardim.
  • Durante o furacão:
  • monitore, por rádio ou televisão, as informações sobre o tempo e instruções de oficiais da segurança pública;
  • evite sair de casa durante a tempestade, mesmo se sua residência estiver localizada fora de zona de evacuação;
  • se sua residência estiver sujeita a alagamento, desligue a chave geral de energia elétrica;
  • use lanternas como fonte de iluminação. Não use velas ou querosene; e
  • evite tomar banho ou usar o telefone durante a tempestade.

 

Após o furacão:

  • não saia do abrigo (em caso de evacuação) ou de casa (se não for evacuado) até que as autoridades expressamente o permitam. Segundo o governo do Condado de Miami-Dade, a maior parte dos acidentes ocorre logo após o furacão, por choques elétricos, inundações ou acidentes com detritos, e não durante a passagem da tempestade;
  • não transite por áreas inundadas: além da possibilidade de contrair doenças e ser contaminado, existe o risco, por exemplo, de cabos elétricos rompidos estarem em contato até mesmo com simples poças d’água, o que poderia ocasionar um acidente fatal;
  • verifique as condições de sua residência e certifique-se de que não há riscos à segurança dos moradores. Confira se não há vazamentos de gás ou outros perigos;
  • não utilize grelhas a carvão ou a gás no interior de sua residência;
  • não atrapalhe os trabalhos da defesa civil ou da polícia na tentativa de prestar auxílio voluntário sem autorização ou supervisão do agentes públicos envolvidos; e
  • continue monitorando, por rádio ou televisão, as condições do tempo e instruções de oficiais da segurança pública.

 

(Esta matéria foi editada corrigindo a área sob aviso de furacão de acordo com o boletim do NHC da 11 p.m de terça (4))