Memorial Day: um dia dedicado à lembrança dos que morreram pela nação

0
2286
A principal cerimônia do Memorial Day acontece no Arlington National Cemetery, na Virgínia (Foto: Petty Officer 2nd Class Patrick Kelley, U.S. Coast Guard/nationalguard.mil)

Um dos feriados mais importantes nos Estados Unidos, o Memorial Day é o momento de homenagear os soldados americanos que morreram em combate nas diversas guerras que o País travou durante sua história. Neste dia, por toda nação, respeitosas celebrações acontecem em museus, parques, cemitérios, quartéis e prédios governamentais, em honra daqueles que pereceram nos campos de batalha defendendo os ideais americanos de liberdade e independência.

O feriado tem suas origens ainda no século 19. Logo após a Guerra Civil, resolveu-se criar uma data para honrar a memória dos compatriotas que deixaram a vida nos campos de batalha. A primeira celebração do então chamado Decoration Day foi no dia 30 de maio de 1868, no cemitério de militar de Arlington, na Virginia, onde até hoje acontece a principal cerimônia do dia. A princípio, o feriado era dedicado apenas aos combatentes confederados que morreram na Guerra Civil, mas a partir do final do século 19 expandiu-se para homenagear a memória de todos os soldados americanos que lutaram em todas as guerras que a nação participou.

Em 1968, com a aprovação da lei de uniformização dos feriados, a data passou a ser móvel e é celebrada na última segunda-feira do mês de maio. Aliás, todos feriados americanos são celebrados às segundas-feiras para evitar as chamadas “emendas” – muito praticadas no Brasil, por exemplo -, com exceção do Ano Novo, Dia da Independência, Thanksgiving e Natal.

No gramado do lado oeste do Capitólio, em Washington D.C., um concerto de Memorial Day é realizado anualmente e transmitido ao vivo para toda nação, e há vários desfiles de Memorial Day nas pequenas e grandes cidades do país. Muitos usarão papoulas vermelhas. Esta tradição surgiu do famoso poema do canadense John McCrae conhecido como ‘In Flander’s Fields’, do qual Moina Michael teve a ideia de usar papoulas vermelhas no Memorial Day em honra daqueles que morreram a serviço da nação durante a guerra.