Menina de três anos de idade morre durante ritual de exorcismo na Califórnia; mãe foi presa

Mãe da criança gravou um vídeo no YouTube comentando o que aconteceu: "É o que é, se você não estava lá, não me julgue"

0
3074
A mãe, Cláudia Hernandez ,segurou a cabeça da vítima para o pastores procederem com o ritual (foto: Reprodução)

Uma menina de três anos de idade morreu após ser submetida a uma suposta “sessão de exorcismo” na Igreja Evangélica Apóstolos e Profetas, que fica no fundo de uma residência em San Jose, na Califórnia.  O caso aconteceu no final do ano passado. Os líderes da comunidade cristã confirmaram ter realizado o ritual a fim de “expulsar demônios” do corpo da criança.  Porém, os investigadores do Santa Clara County Sheriff’s Office acabaram de divulgar o laudo com a morte por asfixia.

A mãe, Claudia Hernández, foi quem levou a menor ao local alegando que ela estava possuída por espírito malignos. Aos policiais, ela disse que a pequena acordava gritando várias vezes durante a noite. O relatório dos agentes aponta que Hernández e o avô da menina seguraram a cabeça da vítima por mais de um hora enquanto os pastores procediam com exorcismo. “Se você ler a Bíblia, verá que Jesus expulsa demônios e torna os doentes saudáveis ​​novamente”, justificou-se o avô Rene Huezo. “Não é quando eu quero fazer, é quando Deus, em sua vontade, quer curar a pessoa. O pregador é como um instrumento de Deus; o que fazemos é o que Deus diz”, completou.

A mãe teria gravado um vídeo no YouTube no dia seguinte à morte da filha, dizendo que “ela não podia mudar o que aconteceu”.  “As pessoas estão se virando contra mim, mas é o que é, se você não estava lá, não me julgue”, diz . Ela foi presa sem direito a fiança pelo crime de abuso infantil.  A investigação ainda está em andamento e, até o momento, ninguém mais foi detido.