Menores de 18 anos não precisarão de vacina contra covid para entrar nos EUA

Crianças com idades entre 2 e 17 anos precisarão mostrar teste negativo de covid, assim como os demais viajantes

0
857
Menores não precisarão de comprovante de vacina para entrar nos EUA (Foto Josh Hallet - Flickr)

Viajantes internacionais menores de 18 anos não precisarão mostrar comprovantes de vacina contra a covid-19 para entrar no País. No entanto, assim como os demais, os pais ou responsáveis por esses menores terão que apresentar um teste negativo para a doença.

A partir do dia 8 de novembro, estrangeiros vacinados poderão entrar nos Estados Unidos desde que apresentem um teste negativo para a doença. O presidente Joe Biden assinou, nesta segunda-feira (25), uma proclamação detalhando as regras.

“É de interesse dos Estados Unidos retirar as restrições impostas durante a pandemia e adotar políticas de viagem que se baseiem na vacinação para avançar a retomada segura das viagens aéreas internacionais”, disse o proclame do presidente.  

No caso dos menores, aqueles que estiverem com adultos completamente vacinados devem apresentar um teste negativo para a covid-19 feito até três dias antes do embarque. Caso estejam viajando sozinhos, o teste tem que ser feito um dia antes da viagem.

Outra novidade é que o governo aceitará a entrada de pessoas que tenham tomado duas doses de imunizantes diferentes, desde que essas vacinas sejam aprovadas pelos órgãos de regulação. Ou seja, um turista que tomou uma dose da Pfizer e outra da AstraZeneca poderia viajar.

Vacinas aprovadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) serão aceitas, isso inclui a CoronaVac. O CDC já informou às companhias aéreas que todas as vacinas já aprovadas pelo FDA e autorizadas de forma emergencial pela OMS vão ser aceitas nos Estados Unidos. As mesmas regras serão aplicadas nas fronteiras terrestres.