Mexicano é deportado depois de ser denunciado ao ICE pela ex-namorada

Imigrante já tinha um processo de visto U - para vítimas de crimes - ,e acusava a ex de persegui-lo, mesmo depois de ele ter se casado com outra mulher

0
3110
ICE deportou o mexicano, mesmo depois de alegações de perseguição contra ele
ICE deportou o mexicano, mesmo depois de alegações de perseguição contra ele

O mexicano Serafin Alegria-Zamora, de 37 anos, foi deportado depois que sua ex-namorada o denunciou para o U.S. Immigration and Customs Enforcement – ICE. Serafin vivia no Kansas e já tinha dado entrada em um visto U – voltado para vítimas de crimes diversos – alegando que a ex o perseguia. A aplicação para o visto U estava pendente há quatro meses, mas não evitou que ele fosse deportado.

Segundo a advogada do imigrante, Rekha Crawford, esse foi o ‘ato final de terror’ cometido pela mulher, que não aceitava o fim do relacionamento. O mexicano já estava casado com outra mulher e os dois têm um filho de cinco meses.

A advogada chegou a entrar com um pedido emergencial no U.S. District Court Kansas para evitar a deportação, mas não obteve sucesso. A advogada informa que a ex era ‘obcecada’ pelo mexicano e a situação se agravou quando ele se casou com outra mulher e teve o filho. Entre as ameaças, ela enviou para o celular de Serafin uma foto de sua atual com um alvo no meio da testa; fotos de crianças mortas e uma encomenda com uma boneca pintada com sangue e os dizeres: ‘afaste-se p…, Serafin é meu’, segundo a advogada.

O mexicano foi preso antes de seu filho nascer e nunca teve a chance de vê-lo pessoalmente. Depois da denúncia, o ICE acuso o mexicano por ter entrado ilegalmente nos EUA e por ter usado um Social Security falso. ‘Isso não é histórico criminal’, disse a advogada. (Com informações do The Kansas City Star)