Miami Beach aprova aumento de salário mínimo a $13.31 por hora

Medida foi proposta pelo prefeito da cidade, Phillip Levine, e aprovada de forma unânime; salário atual é de $8.05 a hora e aumento será aplicado gradativamente, ao longo de 4 anos

0
21910
Aumento-de-salario-minimo-em-Miami
Aumento-de-salario-minimo-em-Miami

DA REDAÇÃO – O prefeito de Miami Beach, Phillip Levine, conseguiu que sua proposta de aumentar o salário mínimo pago na cidade para $13 fosse aprovada. Na quinta-feira (9) comissários da cidade aprovaram a medida, de forma unanime.

A proposta prevê que trabalhadores que atuam na cidade recebam o valor por cada hora trabalhada. Isso faz de Miami Beach a primeira cidade da Flórida a oferecer uma remuneração mais alta do que a hora paga no Estado – hoje, o salário mínimo por hora trabalhada na Florida é de $8,05.

Segundo Levine, algo havia de ser feito para amenizar o custo de vida cada vez mais alto dos trabalhadores que residem na cidade do sul da Flórida. “Hoje, meus colegas aprovaram uma lei que luta contra o grande abismo que existe entre os salários e o custo de vida na região, fixando um salário mínimo pensado para nossa comunidade”, disse ao canal de TV CBS4Miami.

O aumento no valor pago por hora trabalhada não significa que o salário subirá, de uma vez, a $13.31. O aumento ocorrerá gradualmente, ao longo de 4 anos.

A proposta prevê o primeiro aumento ocorrendo a partir de 2018, quando o salário subiria a $10.31 por hora. A partir daí, a remuneração subirá $1 por ano, até 2021, momento em que chegaria aos $13.31 aprovados. Após o aumento ser concluído, a cidade pode voltar a reavaliar o valor pago a seus trabalhadores.

A lei recém-aprovada entra em vigor a partir de janeiro de 2018.

Antes de que a proposta fosse aprovada, Levine já havia feito criticas ao custo de vida no sul da Flórida. “Temos recebido críticas frequentes de nossos residentes de que está ficando inviável trabalhar e viver em Miami Beach devido a gastos com aluguel, transporte e demais necessidades básicas”, disse em maio deste ano.

Em abril, um estudo conduzido pela empresa de análise de mercado WalletHub, e noticiado pelo AcheiUSA, informou que a média de salário anual pago em Miami não é suficiente para dar uma “vida confortável” ao trabalhador.

Segundo o estudo, um individuo tem de ganhar $77,057 ao ano (algo como $6,4 mil ao mês). A realidade da maioria da população da cidade, contudo, está bem distante disso: a renda média per capita em Miami não ultrapassa os $30,9 mil anuais (ou $2,5 mil ao mês).

A análise levou em conta fatores como média de aluguel residencial na cidade e custo de vida. O salário anual de $38,9 mil da apenas para pagar as contas de uma vida “confortável”, sem direito a luxos como idas a restaurantes e viagens, por exemplo.