Miami-Dade anuncia fim de testes de covid-19 gratuitos para pessoas sem seguro saúde

Medida começa a valer a partir de 1º julho; motivo é o encerramento do programa federal que repassa verbas para os exames

0
366
Local de testes covid-19 em Miami-Dade (foto: Miami Herald)
Local de testes covid-19 em Miami-Dade (foto: Miami Herald)

A partir de 1º julho, os testes covid-19 não serão mais gratuitos para pessoas sem seguro saúde em Miami-Dade. A mudança foi anunciada pela prefeita do condado, Daniella Levine Cava, na tarde de segunda-feira (13). O motivo, segundo a prefeita, é o encerramento do programa federal que repassa dinheiro para o condado oferecer os exames. Em um memorando obtido pelo jornal Miami Herald, ela destaca que, sem a verba do governo Biden, o condado não terá orçamento disponível. O remanejamento de recurso de outros programas, conforme Levine Cava, foi considerado, mas afetará outros serviços prioritários da prefeitura.

Até o próximo mês, o condado ainda conta com  fundos do Federal Emergency Management Agency para pagar testes e vacinas para os não segurados. Até o momento, não há previsão de prorrogação deste financiamento. 

Os moradores que decidirem se vacinar, entretanto,  poderão obter os imunizantes gratuitamente  nos postos de vacinação da Nomi Health, uma empresa com sede em Utah que a cidade contratou para fornecer as vacinas. A prefeitura confirmou que não irá suspender os contratos com a companha.

Nos últimos sete dias, a taxa de positividade percentual em Miami-Dade passou de 21% para 35%. Além disso, observa-se um ligeiro aumento nas hospitalizações.