Miami pode ser uma das etapas do campeonato de Fórmula 1 a partir de 2019

Apesar da existência do circuito de Homestead, os chefões da categoria querem promover o espetáculo nas ruas do centro da cidade em outubro do ano que vem

0
1644
No ano que vem poderemos ver feras como Lewis Hamilton pilotando seus bólidos pelas ruas de Miami
No ano que vem poderemos ver feras como Lewis Hamilton pilotando seus bólidos pelas ruas de Miami

Os vereadores e administradores da cidade de Miami devem votar na próxima semana o plano para a realização de uma prova válida pelo calendário mundial de Fórmula 1 em outubro de 2019. As informações são do Local10News.

Caso receba aprovação das autoridades, os organizadores iniciarão os preparativos para viabilizar Miami como o segundo destino da Fórmula 1 nos Estados Unidos, juntando-se à etapa de Austin, no Texas. Em termos regionais, será a quarta prova da categoria disputada na América do Norte, ao se computar as etapas do Canadá e da Cidade do México.

Stephen Ross, dono do Miami Dolphins, está envolvido no processo. “Miami é um destino bastante cobiçado mundialmente e a Fórmula 1 é um evento de nível global, portanto, combinam perfeitamente”, afirmou Ross.  “Em parceria com a cidade de Miami e com o condado de Miami-Dade, tenho confiança de que podemos oferecer outro evento global que atrairá pessoas de todo mundo e impulsionará a economia no sul da Flórida. De futebol americano ao futebol, do tênis aos esportes motorizados, Miami merece simplesmente o melhor em termos de música, comida, arte, moda e esportes e entretenimento – é isto exatamente o que pretendemos oferecer com uma corrida de Fórmula 1”, complementa o empresário do setor esportivo.

“Com mais de meio bilhão de fãs em todo mundo, Fórmula 1 é o maior espetáculo de esporte a motor do planeta, e Miami ostenta o status de ser uma das mais charmosas e glamorosas cidades, combinada por possuir uma robusta infraestrutura de turismo – o que torna Miami o destino perfeito para a Fórmula 1 e seus admiradores”, disse Sean Bratches, Diretor Gerente de Operações Comerciais da Fórmula 1.

Detalhes sobre como será o financiamento da corrida em Miami não estão ainda disponíveis. O Grande Prêmio do Texas recebe cerca de $25 milhões do estado e dos contribuintes de Austin para organizar a prova.