MLS aumenta investimento em jogadores

Maior investimento em atletas trará mais nomes de impacto para a MLS

0
872

DA REDAÇÃO – A Major League Soccer (MLS) anunciou na quarta-feira (9) que vai injetar mais $37 milhões aos investimentos em salários de jogadores para as próximas duas temporadas, dando aos clubes a oportunidade de contratar mais atletas de impacto e ainda absorver maior número de jogadores das divisões de base.

Cada clube da MLS receberá $800 mil adicionais para a temporada 2016 e outros $800 mil para a temporada 2017. O investimento, chamado de Alocação Específica de Dinheiro (Targeted Allocation Money), é utilizado pelos clubes para incrementarem seus elencos com contratações estratégicas de jogadores cujos vencimentos venham a exceder o teto salarial de $457,5 mil por jogador, por ano e que não sejam Jogadores Designados (cada franquia tem direito a até três Jogadores Designados, cujos salários não contam contra o teto salarial). Diferentemente das regras da iniciativa dos Jogadores Designados, todos os clubes da MLS receberão a mesma quantia nos próximos dois anos advinda da Alocação Específica de Dinheiro.

Esse novo investimento expande o programa de Alocação Específica de Dinheiro, iniciado em 2015, e pelo qual cada clube recebeu $500 mil. Isso resultou em um influxo de jogadores talentosos para a liga na temporada que acaba de se encerrar. Incluindo esse investimento original, o total de Alocação Específica de Dinheiro será de $42 milhões.

“Injetando $35 milhões no sistema, nossos clubes serão capazes de incrementar seus elencos, contratando mais jogadores de qualidade”, disse o presidente da MLS, Mark Abbott. “Vimos impacto imediato nessa temporada, com o investimento inicial em Alocação Específica de Dinheiro e nossos proprietários acreditam que essa verba extra–especificamente para jogadores que trarão qualidade à base de nossos elencos–fará a MLS ainda mais divertida e atraente. ”

Além do aumento da verba para Alocação Específica de Dinheiro, $125 mil adicionais serão disponibilizados por temporada a cada clube para a contratação de jogadores das divisões de base (Homegrown Players).

Mais de 150 jogadores das divisões de base já foram contratados pelos clubes da MLS desde a introdução do programa de desenvolvimento de atletas implantado em 2007 e muitos mais serão absorvidos nos próximos anos.

“Nossas academias de futebol estão desenvolvendo mais jogadores para as nossas equipes profissionais a cada ano e esse investimento adicional vai promover maior flexibilidade para nossos clubes contratarem os principais jovens jogadores”, disse o vice-presidente executivo de jogadores e competição da MLS, Todd Durbin.

A verba adicional de Alocação Específica de Dinheiro deverá ser utilizada dentro de quatro janelas de transferências de jogadores. Assim, a soma de 2016 precisará ser gasta antes da conclusão da segunda janela de transferências de 2017. E a verba de 2017, antes do fechamento da segunda janela de 2018. A utilização dos $500 mil dólares iniciais de Alocação Específica de Dinheiro, que expira em 2019, seguirá as regras e prazos estabelecidos previamente.

A Alocação Específica de Dinheiro pode ser utilizada para a contratação de novos jogadores ou para a renovação de contrato de atletas. A verba pode ainda ser negociada entre as franquias. ?