Morre uma das primeiras dentistas brasileiras a se estabelecerem no sul da Flórida

A doutora Marah de Sa faleceu nesta terça-feira (17) por consequências da covid-19

0
2345
Marah de Sa tinha 69 anos e era natural de Birigui (SP) (foto: Facebook)
Marah de Sa tinha 69 anos e era natural de Birigui (SP) (foto: Facebook)

A comunidade brasileira no sul da Flórida perdeu uma de suas figuras mais notáveis na área de saúde.  A dentista Marah de Sa, 69, faleceu nesta terça-feira (17), no Holy Cross Hospital, em Fort Lauderdale, por complicações em consequência da covid-19.

Marah era natural de Birigui (SP) e mantinha um consultório odontológico em Pompano Beach há quase 30 anos, com uma clientela formada majoritariamente por brasileiros. Ela foi uma das primeiras profissionais do ramo a se estabelecer na região.  

Cláudia Figueiredo, amiga e gerente do consultório odontológico há 14 anos, contou que Marah contraiu a covid-19 há cerca de três semanas, provavelmente durante uma reunião de amigos.

“Acredito que uma pessoa do grupo estava contaminada”, disse Cláudia. Ela relatou que a dentista tomava todas as precauções em relação à pandemia e que desde o início do surto de coronavírus o escritório passou por adaptações sanitárias para prevenir pacientes e equipe contra o vírus.

Segundo a assessora, Marah não tinha outra condição vulnerável de saúde. “Ela estava de folga há três dias quando a covid se manifestou e aí já não voltou mais”.

Dra. Marah de Sa atendia a comunidade em Pompano Beach há quase 30 anos

A carreira da dentista começou em 1984, quando ela se formou em Odontologia pela Universidade do Estado de São Paulo (UESP). Nos EUA, ela estava à frente do Federal Dental Care e liderava uma equipe de dezenas de funcionários.

“Ela não tinha familiares próximos nos Estados Unidos. Ela se dedicava ao trabalho, aos amigos, à irmã, irmão e sobrinhos que moram no Brasil ”, diz Cláudia. Segundo ela, Marah se preparava para se aposentar em 2021 e já fazia planos de transferir o gerenciamento da clínica para outros profissionais.

A assessora informou que o consultório construído por Marah irá continuar com a mesma proposta de garantir o sorriso saudável da população.

“Ela era uma pessoa amiga, caridosa, que gostava de viver. Ela se doava 100% paras as coisas e pessoas que amava, vamos continuar” concluiu Cláudia Figueiredo.

A equipe do AcheiUSA lamenta o falecimento da dra Marah de Sa e se solidariza com amigos e familiares da dentista.

Ainda não há informações sobre o funeral.