Morte de brasileiros expõe a violência doméstica na comunidade

0
1304

A morte trágica da paranaense Elizete Benevides, de 51 anos, e seu ex-namorado, Gelcino Souza Oliveira, de 50 anos, abalou a opinião pública na pequena cidade de Peabody (MA) e mobilizou o ONGs locais no combate a violência doméstica. A polícia suspeita que Gelsino tenha matado Elizete à golpes de faca e cometido suicídio logo em seguida. As informações são do Brazilian Voice.

Na quarta-feira (27), a Polícia Estadual de Massachusetts identificou como Gelcino Souza Oliveira, morador em Beverly (MA), o homem encontrado morto ao lado de Elisete, na noite de terça-feira (26). Ambos foram encontrados na varanda lateral que leva à garagem de uma casa em Peabody (MA). Os corpos apresentavam ferimentos feitos com golpes de faca e os investigadores informaram que os ferimentos de Oliveira foram provocados por ele mesmo.

A polícia detalhou que Elisete e Gelcino tiveram um relacionamento amoroso, mas que ela terminou em outubro do ano passado. As autoridades acrescentaram que não havia ordem de afastamento (restraining order) ou qualquer registro de violência na polícia entre os dois.

Elisete morava em Massachusetts há vários anos e trabalhava limpando casas. Popularmente conhecida por “Liza”, ela era natural de Mariluz (PR) e completaria 52 anos no domingo (31). A Polícia Estadual ainda investiga o incidente.