Mortes pelo coronavírus no Brasil passam de 54 mil e 1.2 milhão de casos

Brasil é o segundo com mais vítimas no mundo e só fica atrás dos EUA, que registram 121,9 mil mortes pela doença

0
528
Pessoas aguardam em fila para entrar em um shopping de São Paulo depois da flexibilização da quarentena na cidade (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Pessoas aguardam em fila para entrar em um shopping de São Paulo depois da flexibilização da quarentena na cidade (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)

O Brasil tem cerca de 54 mil mortes por coronavírus confirmadas até a quinta-feira (25), aponta um levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

A situação mais preocupante é de São Paulo, com 248 mil infectados. 

Com quase 46 milhões de habitantes, o estado contabiliza 541 casos da doença para cada 100 mil habitantes. A Itália, por exemplo, que conta com pouco mais de 60,3 milhões de cidadãos, tem 397 casos para cada 100 mil moradores.

São Paulo supera o território italiano em um momento em que os europeus estão com a pandemia sob controle, com números baixos e estáveis desde o fim de maio. Por sua vez, os paulistas veem os dados subirem ainda em uma frequência bastante alta. Para se ter uma ideia, foram 9.765 novos casos nas últimas 24 horas — um novo recorde desde o início da crise sanitária.

Os paulistas, porém, vêm registrando um número bem menor de mortes que o país europeu. São 13.759 óbitos em São Paulo, em uma taxa de 30 vítimas para cada 100 mil habitantes, contra 34.678 da Itália, o que dá um índice de 57 mortes a cada 100 mil.

Em números totais, porém, São Paulo contabilizou 407 falecimentos em 24 horas, enquanto os italianos perderam 34 pessoas para o coronavírus. (Com informações do UOL)