Motorista de Lamborghini que matou idoso em acidente em 2016 não vai ser preso

Testes comprovaram que ele estava bêbado na hora do acidente; “Por ele ser rico, não vai ser preso”, disse a viúva

0
2526
Milionário bateu no carro de motorista do Uber em 2016
Milionário bateu no carro de motorista do Uber em 2016

O milionário Roger Wittenberns, de 62 anos, se declarou culpado, na terça-feira (27), em acidente que matou o motorista de Uber J. Gerald Smith, de 82 anos, no centro de Delray Beach em 2016.

Em vez de ir para a prisão, Wittenberns vai cumprir dois anos de prisão domiciliar. Depois disso, cumprirá dez anos em liberdade condicional.  O milionário terá que pagar $20 mil para a família da vítima.

“Não houve justiça hoje. Este homem matou meu marido, ele estava bêbado e porque ele é rico, vai escapar de ser preso”, disse Eloise Smith, esposa da vítima.

Smith era pai de três filhos, aposentado e trabalhava como motorista do Uber. No dia 21 de setembro de 2016, Wintterberns passou a tarde bebendo na companhia de sua esposa Peggy. Ao sair do restaurante, ele pegou sua Lamborghini e sua esposa pegou o seu Porsche para ir para casa.

Segundo a polícia, o milionário bateu no carro de Smith a 75mph quando passou direto em uma parada obrigatória. Exames mostraram que ele estava com alta quantidade de álcool no sangue. (Com informações do Sunsentinel).