Motorista do Uber é preso sob suspeita de ter matado seis pessoas no Michigan

0
1084

Jason Brian Dalton, 45, é motorista do serviço de transporte de passageiros Uber
Jason Brian Dalton, 45, é motorista do serviço de transporte de passageiros Uber

Um homem foi preso acusado de ter matado seis pessoas e deixado uma gravemente ferida em Kalamazoo, no Estado de Michigan na noite de sábado (20). Jason Brian Dalton, 45, é motorista do serviço de transporte de passageiros Uber. A polícia investiga se ele transportou passageiros durante os crimes, que ocorreram em três locais diferentes, num intervalo de quatro horas.

A Uber confirmou que ele era motorista da empresa e se disse “horrorizada e de coração partido com a violência sem sentido” do homem, se colocando à disposição para ajudar nas investigações. A empresa afirmou que ele teve seus antecedentes checados e não tinha cometido crimes, informação confirmada pela polícia.

Matt Mellen, morador de Kalamazoo, afirmou à emissora WWMT que foi passageiro de Dalton horas antes do início dos ataques, e que o homem parecia instável, dirigindo de forma perigosa. “Ele dirigiu sobre a calçada, sobre a grama, correndo muito. Quando ele parou, pulei do carro e corri”, disse Mellen.

Ele disse ter ligado para a polícia e avisado sua noiva, que colocou uma foto de Dalton no Facebook, alertando sobre o motorista.

O primeiro ataque ocorreu às 6pm, quando Dalton abriu fogo contra uma mulher que estava junto de seus três filhos no exterior de um complexo de apartamentos. Ela ficou gravemente ferida, mas deve sobreviver, segundo a polícia.

O segundo tiroteio foi às 10pm, quando o atirador matou um jovem de 18 anos e um adulto em uma concessionária de automóveis. Por último, cerca de 15 minutos depois, matou mais quatro pessoas em um restaurante. Alguns vídeos na concessionária e no restaurante ajudaram sua detenção.