Mulher morre após procedimento cirúrgico conhecido como ‘Brazilian butt lift’ em Hialeah

Em maio do ano passado, outra mulher morreu ao fazer a mesma cirurgia na clínica

0
6414
Ranika Hall morreu depois de passar por uma cirurgia em clínica em Hialeah
Ranika Hall morreu depois de passar por uma cirurgia em clínica em Hialeah

Uma jovem de 25 anos de Kansas City morreu depois de fazer um procedimento cirúrgico conhecido como “Brazilian butt lift” – uma cirurgia para aumentar as nádegas – em Hialeah, no Condado de Miami-Dade, na quinta-feira (16). Ranika Hall viajou para fazer a cirurgia na Eres Plastic Surgery (1738 W. 49th St.), um centro de estética onde outra mulher morreu depois de fazer o mesmo procedimento em maio de 2016. As informações são do Local10 News.

A cirurgia consiste na retirada de gordura abdominal e enxerto no traseiro. Ela passou mal durante o procedimento.  Os Bombeiros foram chamados para socorrer Ranika que foi levada para o Larkin Hospital onde morreu uma hora depois. As investigações estão em andamento.

“Minha linda filha, mãe de um bebê de um ano, saiu do Kansas para fazer uma cirurgia estética em Miami e não vai mais voltar”, escreveu a mãe de Ranika num site para arrecadar fundos para o funeral.

De acordo com o jornal Miami Herald, essas clínicas fazem propagandas sedutoras de cirurgias estéticas baratas e mulheres viajam de diversas partes do País para fazê-las.

A clínica lamentou a morte da paciente e afirmou que trabalha com os mais altos padrões de qualidade.