Mulheres são presas por darem golpes em imigrantes que enviaram remessas de dinheiro

Ao todo, 21 vítimas foram identificadas como lesadas pelo trio entre 1 de novembro e 28 de dezembro

0
2617
Trio é acusado de dar golpes em imigrantes

Na quinta-feira (1), duas irmãs e outra mulher que trabalhavam como atendentes numa agência de remessas de dinheiro para o exterior em East Harlem (NY) foram presas por supostamente roubarem pelo menos $28 mil de imigrantes que tentavam enviar quantias para parentes na América Latina, informaram as autoridades. As acusadas Perla Ozória, de 30 anos, Ambar Ozória, de 28 anos, e Vilma de Jesus, de 30 anos, teriam emitido recibos falsos para os clientes ou cancelado as transações depois de efetuá-las. Elas teriam ficado com o dinheiro que os imigrantes enviaram às suas famílias durante os feriados de final de ano, alegaram os promotores públicos.

Ao todo, 21 vítimas foram identificadas como lesadas pelo trio entre 1 de novembro e 28 de dezembro. Os furtos aconteceram em duas filiais da Girox Express Multiservices, segundo a Promotoria Pública de Manhattan (NY).

“Elas começaram a roubar dinheiro dos clientes que forneceram as quantias para que fossem enviadas ao exterior”, relatou o promotor público assistente, Diego Diaz, durante a audiência preliminar realizada na Corte Distrital de Manhattan.

Perla Ozória tem um filho de 10 dias de idade, segundo o advogado de defesa Glenn Hardy. Ela foi detida sob a fiança de $25 mil pela Juíza Jill Konviser. Já a fiança de Ambar Ozória foi estabelecida em $2.500 e Vilma de Jesus em $15 mil. (Com informações do Brazilian Voice).