Negócios com os pés no Brasil

0
1402

Terry Stillman é um americano com visão internacional. Ele nasceu na Suíça, onde seu pai era professor de inglês, casou-se com Adriana, mineira de Belo Horizonte, e foi gerente de marketing internacional da Nike – empresa na qual trabalhou durante 20 anos – na Alemanha.

Essa universalidade conferiu uma gama de habilidades que Stillman está aproveitando para capitalizar num novo empreendimento: a loja de calçados Feet First (Polo Club Shoppes – 5030 Champion Blvd. f7, em Boca Raton). Conhecedor do mercado calçadista, ele soube pesquisar os principais fornecedores nos variados segmentos: para os apreciadores de calçados esportivos, sobretudo para running, ele trabalha com a Brooks, americana, empresa que está no mercado desde 1914. “São os melhores tênis para corrida”, garante. De Israel vem os calçados da Naot, que unem conforto com alta qualidade.

Calçados brasileiros fazem sucesso – A grande sensação, porém, são os calçados infantis da Bibi, marca do pólo calçadista do Rio Grande do Sul, mais exatamente da cidade de Parobé. “Esta companhia é a melhor empresa de calçados da América Latina”, atesta Stillman.

Com sua experiência, o lojista não hesita em afirmar que a linha da Bibi agrada em cheio. Os pais e avós procuram sempre estes produtos pela beleza, pela resistência e pelo fato de não machucar os pés das crianças – a linha dispõe de calçados infantis que atende desde bebês até adolescentes.

A qualidade e o design dos produtos acabaram conquistando um público paralelo. Elas se apaixonam pela graciosidade e leveza dos calçados. Isto não surpreende o empresário: “A Bibi tem o bom gosto italiano e a tecnologia alemã. É uma excelente combinação”. Isto não é de se estranhar, pois o Rio Grande do Sul tem forte presença das colônias alemã e italiana, que povoaram o estado do extremo sul do Brasil.

A Feet First abriu há três meses, mas somente agora vem investindo forte na conquista de clientes. Stillman acredita que os produtos vêm tendo boa aceitação junto aos consumidores por dois motivos: por sua qualidade e pela visão cosmopolita dos moradores de Boca Raton. “Eles conhecem o mercado e sabem também que os calçados brasileiros atualmente rivalizam-se com os italianos em termos de bom gosto e durabilidade. O made in Brazil agrega valor à marca e aos produtos”, afirma.

Modelos rebatizados – O modelo mais procurado é o Baby Boca, fabricado especialmente para os bebês. Na verdade, Stillman rebatizou a linha de calçados da Bibi com nomes mais sugestivos para o público do Sul da Flórida. Ou seja, além do Baby Boca, há as linhas Atlantic Ave., Worth Ave., Everglades e South Beach – esta, por sinal, bem chamativa e ao gosto do público feminino de todas as idades.

No momento, o empresário está concentrado em fazer de sua loja um ponto de referência para calçados diferenciados. Ou seja, quem quiser algo fora dos padrões dos grandes fabricantes têm excelentes opções na Feet First. Porém, ele não descarta a possibilidade de abrir novas lojas no futuro. “O importante é o público identificar-se com nossos calçados de qualidade e nosso atendimento personalizado (até cafezinho é servido aos clientes) para sentir a diferença. A partir daí, poderemos ampliar nosso conceito diferenciado para outras cidades da região”, finalizou Stillman.