New York aprova bolsas de estudo para universitários da classe média

Estado se torna o primeiro a conceder o benefício para famílias com renda de até $100 mil por ano

0
4778
Fachada da New York University
Fachada da New York University

DA REDAÇÃO, COM CNN – Boa notícia para os estudantes residentes no Estado de New York, que será o primeiro a conceder bolsas de estudo a universitários com renda anual familiar de até $100 mil. As bolsas poderão ser usadas por estudantes de cursos de graduação com duração de dois e quatro anos.

O projeto foi apresentado pelo governador Andrew Cuomo em janeiro e aprovado para ser incluído no orçamento do Estado, que aprovou a medida numa assembleia no sábado (8) e pelo Senado na noite de domingo (9).

A concessão do benefício terá início nesse outono e vai beneficiar alunos de universidades da cidade e do Estado de NY. O objetivo é, nos próximos anos, atingir famílias que ganhem até $110 mi e em 2019, até $125 mil.

Os aprovados receberão bolsas de estudo integrais e vão economizar, anualmente, $6.470 para universidades com duração de quatro anos e $4.350 em faculdades comunitárias. Os beneficiários, porém, terão que arcar com outras taxas e pagar por moradia no campus. Os estudantes precisam também alcançar o mínimo de 30 créditos por ano para receber a bolsa.

Depois de se formar, o estudante beneficiado tem que trabalhar em NY pelo mesmo período em que recebeu a bolsa. Se ele se mudar, terá que pagar pelo período em que estudou.

A expectativa é que a bolsa de estudos vai custar $163 milhões no primeiro ano e 200 mil estudantes serão beneficiados.

Tennessee, Oregon e a cidade de San Francisco recentemente aprovaram bolsas escolares para estudantes de community colleges independentemente da renda familiar. A diferença para NY é que é o único estado que beneficia também estudantes de universidades públicas de cursos com duração de quatro anos.