Número de infectados cai em New York e governador ressalta que é fundamental manter distância social

Andrew Cuomo afirma que número de mortes, ainda que de forma tímida, também diminuiu; quem descumprir o distanciamento social vai pagar multa de $1 mil

0
882
Andrew Cuomo (Foto State of New York)

O Estado de New York está vendo uma luz no fim do túnel após o número de mortes e infecções pelo coronavírus diminuir – apesar de ainda ser muito alto – graças ao confinamento dos moradores. 

Segundo o governador Andrew Cuomo, o distanciamento social é fundamental para que esses números caiam e aumentou a multa para quem descumprir o distanciamento social, de $500 para $1 mil. Cuomo também manteve todo o Estado fechado até o dia 29 de abril. 

“Uma das principais razões para a queda do número de infeções é que a distância social está funcionando. Então, temos que continuar”.

A expectativa do governo e da prefeitura é que a curva de infecção esteja atingindo o pico, o que significaria a diminuição progressiva do número de casos nas próximas semanas. 

“Só quero que tudo isso acabe. Faz apenas 30 dias que tivemos o primeiro caso e parece uma vida inteira”, disse o governador. “Acho que todos nós estamos nos sentindo assim. Nunca vi nada igual na minha vida”. 

O Estado de New York tem 130.689 casos e mais de 4.700 mortes, sendo de longe o estado americano com o maior número de casos.