Número de mortos nas Bahamas sobe para sete; Dorian está no nordeste da FL e segue no sentido das Carolinas

As autoridades das Bahamas afirmam que número deve aumentar, já que só agora as autoridades estão conseguindo chegar às áreas atingidas; furacão ainda sustenta ventos de categoria 2

0
1011
Vista aérea da devastação provocada por Dorian nas Bahamas (Foto Cortesia Guarda Costeira)

O furacão Dorian, que devastou ilhas nas Bahamas e poupou a Flórida do pior, segue sua trajetória para as Carolinas do Norte e do Sul e também pode atingir parte da Geórgia.

O boletim mais recente do National Hurricane Center (NHC) mostra que, na manhã desta quarta-feira (4), Dorian estava a 90 milhas de Daytona Beach, com ventos de 105 milhas por hora, com categoria 2. O furacão se move a 8 milhas por hora.

O NHC informa que Dorian deve deixar a costa da Flórida na manhã de quinta-feira (5) e seguir sua trajetória para os outros estados, que estão em alerta de furacão.

Sete mortos nas Bahamas

O governo de Bahamas confirmou, na noite de terça-feira (3), que sete pessoas morreram na passagem do furacão Dorian pelo arquipélago. De acordo com o premier Hubert Minnis, o número deve aumentar, uma vez que apenas agora as autoridades estão conseguindo chegar às áreas mais atingidas e fazer uma estimativa dos estragos.

Em um sobrevoo pela ilha Grande Abaco, Minnis e o líder da oposição, Phillip Brave Davis, viram comunidades inteiras devastadas, telhados arrancados, barcos virados e contêineres espalhados como se fossem peças de montar.

“Comunidades estão isoladas e muitas estradas e ruas estão debaixo d’água”, disse Davis. “É uma visão horrível”

Nas redes sociais, os que conseguem ter acesso a redes de celular falam em centenas de corpos sendo levados em caminhões. Uma página no Facebook que reúne pessoas em busca de informações sobre parentes e amigos possui mais de 1.600 comentários. Segundo o Programa Mundial de Alimentos da ONU, quase 60 mil pessoas podem precisar de ajuda nas áreas mais atingidas.