O colecionador de títulos

0
1531
Jogadores do Flamengo celebram a conquista da Recopa (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Jogadores do Flamengo celebram a conquista da Recopa (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Os flamenguistas estão tão empolgados que dizem estar até escondendo seus títulos de eleitores para o Flamengo não levá-los também. O orgulho galhofeiro faz sentido, porque, depois do segundo semestre mágico de 2019, 2020 dá toda a pinta que a rotina do Rubro-negro carioca em ganhar títulos deve continuar.

Em apenas dois meses, o Mengão já colocou nas prateleiras mais três troféus: O primeiro título do que podemos chamar de ‘tríplice coroa’, foi conquistado no dia 16 de fevereiro, quando o Rubro-Negro venceu o Athletico Paranaense por 3 a 0 e garantiu a Supercopa do Brasil. Uma semana depois, no dia 22 de fevereiro, o Mengão bateu o Boavista por 2 a 1 e celebrou a 22ª conquista da Taça Guanabara. Nesta quarta, o primeiro troféu internacional da temporada: a Recopa 2020. E ainda por cima quebrou o tabu de não ganhar uma decisão no Maracanã! 

Nem mesmo a expulsão de Willian Arão aos 21 minutos do primeiro tempo atrapalhou a atuação dos flamenguistas, e superou a desvantagem numérica com grande atuação da defesa e ataques cirúrgicos. Gabriel fez o primeiro gol, ao contar com ajuda do zagueiro equatoriano, e Gerson marcou os outros dois gols do jogo.

Ainda é fevereiro, mas o Flamengo já garantiu um título nacional e outro internacional na galeria este ano. Depois da Supercopa do Brasil, o Rubro-Negro venceu nesta quarta-feira a Recopa Sul-Americana. Com direito a Maracanã lotado, o Rubro-Negro até levou sustos, mas foi melhor que o Independiente del Valle e despachou os equatorianos com um 3 a 0. Gabigol fez o primeiro e Gerson, com dois, completou o placar.

Agora, as atenções se voltam para o bicampeonato da Copa Libertadores da América. O Flamengo vai a Barranquilla enfrentar o Junior dia 4 de março na abertura da Fasede Grupos da principal competição continental. Coincidentemente, o Independiente Del Valle está neste grupo e já fala em vingança pela derrota na Recopa. Antes, porém, enfrenta a Cabofriense no sábado (29) na abertuera da Taça Rio.

E deu Gre-Nal na Liberta!

Gustagol foi emprestado pelo Corinthians para reforçar o ataque do Colorado (Foto: Site oficial do Internacional)
Gustagol foi emprestado pelo Corinthians para reforçar o ataque do Colorado (Foto: Site oficial do Internacional)

O Internacional está na Fase de Grupos da Libertadores. O Colorado recebeu, na noite dea quarta-feira (26), o Tolima-COL, para a disputa da partida de volta da terceira fase preliminar da competição e venceu o confronto por 1 a 0 para, com gol de Guerrero. Com o resultado, o Colorado avança para a Chave E do torneio, que conta com América de Cali-COL, Grêmio e Universidad Católica. O primeiro duelo acontece na próxima terça-feira (03/03), diante dos chilenos, no Gigante. 

Embalado pela torcida no Beira-Rio, o Colorado acumulou grandes oportunidades no primeiro terço da etapa inicial, exigindo defesas fundamentais do goleiro Montero, suficientes para manter o placar zerado após a pressão alvirrubra. Com o passar do tempo, o Tolima conseguiu respiro importante para se encontrar em campo e exigir de Lomba suas primeiras defesas, sempre seguras. A resposta de Coudet foi rápida: colocar Marcos Gulherme em campo, adiantando a equipe. Troca ousada, que, no minuto anterior ao intervalo, provou-se cirúrgica: em contra-ataque veloz, D’Alessandro e Marcos Guilherme triangularam pela direita, o gringo entortou a marcação e serviu Guerrero, que completou para o gol aberto. O resultado permaneceu inalterado e o Inter carimbou sua passagem para a próxima fase do torneio.

O Inter volta a campo no próximo sábado (29), quando visita o Caxias. A partida, que terá como sede o Estádio Centenário, marca a abertura do segundo turno do Campeonato Gaúcho, e antecede, em poucas horas, o início da fase de grupos da Libertadores. Na próxima terça (03/03), o Beira-Rio será palco de duelo entre Inter e Universidad Católica.

Timão continua patinando no Paulistão

Momento em que Boselli cabeceia para empatar o jogo para o Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)
Momento em que Boselli cabeceia para empatar o jogo para o Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

A quarta-feira de cinzas (26) foi amarga para o Corinthians no Paulistão. Em partida válida pela oitava rodada do Estadual, o Alvinegro empatou com o Santo André, na Arena Corinthians, pelo placar de 1 a 1. Boselli marcou o gol do Coringão no segundo tempo.

No primeiro tempo, o Corinthians começou melhor e buscava criar oportunidades de gol. Aos seis minutos, Pedrinho arriscou chute de fora da área, mas a bola foi por cima da meta adversária. Aos 15 minutos, o Corinthians chegou mais uma vez com perigo. Pedrinho cruzou para área, Gil cabeceou, e a bola passou muito perto do gol do Santo André. No entanto, após jogada de bola parada, o time do ABC abriu o placar com Ronaldo.

Na etapa final, Tiago Nunes promoveu a entrada de Boselli no lugar de Yony González em busca de igualar o marcador na Arena Corinthians. Com o argentino em campo, o Coringão seguiu sendo ofensivo. Logo aos três minutos, Love finalizou, mas o goleiro Fernando Henrique fez boa defesa. A principal chance do Corinthians saiu dos pés do camisa 17. Aos 15, Love ajeitou para Boselli, que chegou chutando chapado, porém, a bola explodiu na trave direita. Após muita insistência, o Corinthians conseguiu empatar já no fim do jogo. Nos acréscimos, Janderson cruzou para área, Boselli cabeceou e deixou tudo igual no placar. 

O Corinthians volta a campo no sábado (07/03), no estádio Jorge Ismael Di Biasi, quando enfrenta o Novorizontino, pela nona rodada do Paulistão. 

Dudamel perde jogo e cargo no Atlético-MG

Rafael Dudamel deixa o comando técnico do Galo em menos de dois meses (Foto: Wikipedia)
Rafael Dudamel deixa o comando técnico do Galo em menos de dois meses (Foto: Wikipedia)Foto:Andes/César Muñoz

Pois é, depois que se fala que o futebol brasileiro funciona com espasmos e pouco planejamento, algumas pessoas criticam. Mas o que dizer da demissão de Rafael Dudamel do cargo de técnico do Atlético-MG? Tiraram o homem do comando da seleção venezuelana de futebol para dirigir o Galo das Alterosas. Dez jogos e duas eliminações depois (Sul-Americana e Copa do Brasil), o venezuelano foi demitido. 

Ele realmente não conseguiu impor um padrão de jogo ao Atlético-MG e ficou desempregado em pouco menos de dois meses. Dudamel assinou contrato por dois anos teria de receber R$ 7,2 milhões até dezembro de 2021 quando encerraria seu contrato. Agora, a diretoria do clube tenta um acordo amigável para sair desta fria. E o que fez os diretores pensar em Dudamel? Por certo, as boas campanhas de Flamengo e Santos, comandados por estrangeiros. Ou seja, tentaram uma formula mágica e se deram mal.

Realmente, ficou insustentável sua permanência após o Galo ter sido eliminado na Copa do Brasil pelo Afogados de Ingazeira-PE. A aprtida foi disputada na noite de quarta-feira (26), no interior pernambucano, pela segunda fase de Copa do Brasil. O Galo era o favorito, mas não confirmou o status e foi derrotado pelo clube nordestino (que não completou nem o sétimo ano de vida). No tempo normal, empate por 2 a 2, com gols de Candinho e Philip (para o Afogados), Gabriel e Ricardo Oliveira (para o Galo). Nos pênaltis, após 18 cobranças, melhor para os donos da casa, que comemoraram a classificação histórica e colocam R$ 1,5 milhão no bolso. O Atlético agora só pensa no Campeonato Mineiro. Neste domingo, enfrenta o Boa Esporte, em Varginha. Segundo assessoria de imprensa do Galo, James Freitas, auxiliar fixo do clube, é quem comandará a equipe no Sul de Minas.

Começa a Fase de Grupos da Copa Libertadores

Grupos da Copa Libertadores
Grupos da Copa Libertadores

Sete brasileiros estão confirmados na Fase de Grupos da Copa Libertadores da América: Flamengo, Palmeiras, São Paulo, Santos, Grêmio, Internacional e Athletico-PR. Todos entram em campo no início de março com o objetivo de faturar a competição mais cobiçada do continente. No caso do Flamengo, seria o bicampeonato. 

Aqui está a tabela com os jogos da Fase de Grupos. Apenas no Grupo B, onde está o Verdão, a definição do último classificado ficou para a quinta-feira (27) entre Guaraní do Paraguai e Palestino do Chile.