Marina Elliot Negócios

O que esperar do mercado imobiliário em 2023?

Imagem aérea de South Beach, Miami Beach, FL (Foto: Divulgação Onda Residences)
Imagem aérea de South Beach, Miami Beach, FL (Foto: Divulgação Onda Residences)

Mais um ano se passou, e como foi rápido, não é mesmo? O ano de 2022 foi marcado por altas taxas de juros e uma inflação não vista há mais de 40 anos, o que desestabilizou o mercado imobiliário.

Agora é hora de olhar para frente, encarar novos desafios e começar o ano com o pé direito. Se comprar um imóvel está entre as suas resoluções de 2023, vem comigo!

De acordo com o Bureau of Labor Statistics, a inflação caiu mais que o esperado em novembro. Os preços ao consumidor aumentaram 7.1% em novembro. Em outubro, esse aumento foi de 7.7% e, em junho de 2022, chegou a 9.1%.

As taxas de juros para o financiamento de imóveis estão em tendência de queda, à medida que a inflação está diminuindo. A expectativa do Mortgage Bankers Association (MBA) é que o mortgage rate, as taxas de juros para financiamento de imóveis, caiam para 5,4% até o segundo semestre do ano que vem. A média atual de juros para um financiamento de 30 anos está em 6.94%.

Segundo o MBA, a redução no volume de vendas de imóveis observada com o aumento da inflação e das taxas de juros, vai levar à queda nos preços desses imóveis.

Números do National Association of Realtors (NAR) mostram que as vendas de casas devem aumentar já no primeiro trimestre.

É compreensível que neste momento os compradores estejam um pouco receosos, mas o que temos observado é que quem está pronto para comprar agora têm mais chance de negociar. Quem vende está fazendo mais concessões para encontrar o comprador certo. Não víamos isto há um ano.

Portanto, 2023 reserva boas surpresas para quem quer comprar o imóvel dos sonhos nos Estados Unidos. A expectativa é que teremos mais margem para negociações, mais imóveis em inventário e uma economia mais forte.

“Eu estou muito otimista sobre o mercado imobiliário no Sul da Flórida para o próximo ano. Nos últimos três anos, passamos por grandes desafios com a pandemia e ainda assim a demanda por imóveis se manteve consistente. Nesta região, a demanda é alta por propriedades luxuosas, com vista para o mar, mas também temos opções para compradores de classe média. A demanda vai dar uma acalmada como já temos observado, mas vai continuar forte”, disse Edgardo Defortuna, presidente, CEO e fundador do grupo Fortune International Group.

Eu também sou uma otimista nata. Desejo a todos os nossos leitores umas boas festas e um ano novo maravilhoso, que o seu sonho da casa própria seja realizado e conte sempre comigo para um atendimento personalizado na hora de comprar ou vender a sua casa.

Meu e-mail é marina.elliot@compass.com, telefone +1 407.697.8189 e Instagram: @marinaelliotmiami.

Baixe nosso aplicativo