Obama pede que as pessoas não entrem em pânico por ameaças terroristas

Em encontro nas Filipinas, presidente americano disse que nenhuma decisão deve ser tomada com base em histeria

0
1513

Da Redação com Agências – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta quarta-feira (18) que as pessoas se mantenham calmas e não entrem em pânico pelas ameaças terroristas, horas antes do início da 23ª cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec) em Manila, a capital das Filipinas.

“Não estaremos contribuindo de nenhuma maneira, em resposta a um ataque terrorista, se entrarmos em pânico”, disse Obama após se reunir com o anfitrião da reunião, o presidente filipino Benigno Aquino III, informaram em comunicado fontes oficiais americanas.

Obama pediu que pessoas não entrem em pânico em razão das ameaças de terroristas “Não tomaremos decisões acertadas se as basearmos na histeria e no exagero dos riscos”, ressaltou Obama.

O presidente questionou também a campanha militar da Rússia em apoio ao regime sírio do presidente Bashar Assad.

A Rússia “mudou o foco de sua operação militar e o que queremos ver é que os russos se concentrem no que representa a principal ameaça, que é o Estado Islâmico”, apontou o presidente americano.

Líderes de 21 países participam da cúpula da Apec na capital filipina, convocada com uma agenda social sob o lema “por um crescimento inclusivo, por um futuro melhor”.

Os atentados terroristas da última sexta-feira (13) em Paris resultaram na morte de 129 pessoas e deixou dezenas de feridos.

Aviões desviados
O clima anda tenso em função dos ataques terroristas em Paris. Na noite de terça-feira (17), dois voos da empresa Air France que saíram dos Estados Unidos com destino a Paris foram desviados.

Um Airbus A380 que saiu de Los Angeles foi desviado para Salt Lake City, no estado americano de Utah. Outro avião, que partiu da capital Washington foi desviado para a província da Nova Escócia, no Canadá. A Air France afirma que recebeu ameaças anônimas de bomba logo depois da decolagem dos dois voos.

Tripulação e passageiros foram retirados com segurança. A polícia fez buscas nos dois aviões e não encontrou nada. O autor das ameaças ainda não foi identificado.