Orlando anuncia racionamento de água para ajudar pacientes da covid-19

Medida tomada pela cidade foi motivada pela falta de oxigênio nos hospitais

0
1050
Pelo menos 16,8 mil pessoas foram internadas em hospitais da Flórida na última semana (foto: Flickr)

O aumento no número internações causado pela explosão de novos casos de covid-19 está levando à escassez de água em Orlando, FL. 

Isso porque, segundo o prefeito Buddy Dyer, o oxigênio líquido usado para tratar a água dos reservatórios da cidade está sendo repassado para os hospitais para atender aos pacientes graves da doença.

Em um comunicado publicado nas redes sociais na sexta-feira (20), o Orlando Utilities Comission (OUC), pediu para as pessoas evitarem atividades como molhar a grama, lavar carros ou calçadas.

“Os moradores devem estar preparados para economizar água por pelo menos duas semanas”, disse a OUC, acrescentando que o remanejamento do oxigênio para os hospitais é uma medida para “salvar vidas”.

Pelo menos 16,8 mil novos pacientes de covid-19 deram entrada em hospitais de todo o estado na última sexta de acordo com a Florida Hospital Association – mais do que o dobro do registrado no início de 2020, quando a pandemia surgiu.

Isso faz com que em toda a rede hospitalar da Flórida apena 6,9% dos leitos de UTI estejam disponíveis.

As autoridades reforçaram que se a populaçãp não reduzir o uso de água, um aviso para ferver antes de consumir será emitido e breve.