Pandemia 1 x 0 Futebol Brasileiro

0
818
Os jogadores Wesley e Giovani (D) durante treino na Academia de Futebol do Palmeiras (Foto: Cesar Grecco/Palmeiras)
Os jogadores Wesley e Giovani (D) durante treino na Academia de Futebol do Palmeiras (Foto: Cesar Grecco/Palmeiras)

Infelizmente o Brasil está liderando um campeonato do qual nenhum brasileiro se orgulha. Pelo contrário, se envergonha. Afinal na terça-feira (17) 2.817 pessoas morreram em apenas 24 horas. Isto representa a maior crise sanitária de sua história. 

Como o futebol faz parte do contexto, os campeonatos estaduais foram obrigados a superar suas competições por um prazo médio de 15 dias. Ou seja, a bola deve voltar a rolar novamente apenas em abril. Com o calendário apertado, as federações estaduais ainda recorreram à Justiça para a manutenção do calendário, mas todos sabem que isto serve comente para prestar contas aos torcedores Com a guerra de liminares, torna-se impossível os jogos recomeçarem. O irônico é que os treinos estão liberados. Quem deve estar comemorando são os técnicos que se queixam de falta de tempo para treinar suas equipes.

Um exemplo clássico foi a partida entre São Bento e Palmeiras, jogo atrasado e válido pela 3ª rodada do Paulistão, seria disputado em Sorocaba na quarta-feira (17). Com a suspensão do Campeonato Paulista de 15 a 30 de março, houve a tentativa de transferir a partida para outro estado. No início, Rio de Janeiro abriu a possibilidade para servir como palco. Os números alarmantes da pandemia, no entanto, fizeram com que o governador carioca Cláudio Castro cancelasse o convite.

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (ex-presidente do Atlético-MG), estendeu tapete vermelho para as equipes paulistas jogarem no Estádio Independência. A decretação da Fase Roxa ultra restritiva por parte do governador mineiro Romeu Zema inviabilizou a realização da partida. E em um efeito dominó as portas foram se fechando, com exceção dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul – que mantiveram o convite.

Campeonatos paralisados

Depois da decisão da CBF em paralisar a realização dos competições nacionais, agora as federações estaduais de futebol também anunciaram a suspensão dos campeonatos. As medidas foram tomadas como prevenção a proliferação da epidemia da COVID-19.

Em São Paulo, os clubes e os membros da Federação Paulista de Futebol se reuniram na manhã de segunda-feira (15) e após uma votação decidiram suspender as partidas do Campeonato Paulista por tempo indeterminado. 

No Rio de Janeiro, depois de quatro horas de reunião, os representantes dos clubes decidiram paralisar o Campeonato Carioca por 15 dias. Inicialmente a direção do Flamengo era contra a suspensão do campeonato, contrariando os presidentes de Fluminense, Botafogo e Vasco, mas acabou voltando atrás. 

A Federação Mineira de Futebol, já havia anunciado no domingo (15) que as partidas do Campeonato Mineiro (série A1 e A2) seriam paralisadas a partir de terça-feira (17). 

Já no Rio Grande do Sul, os jogos do Campeonato Gaúcho estão suspensos pelos próximos 15 dias. A cúpula formada pelos presidentes dos 12 clubes participantes e dos membros da federação, vai se reunir ao fim do prazo para decidir o futuro da competição, o presidente da entidade, Luciano Hocsmann, não descartou a possibilidade do encerramento do campeonato. 

“Entendemos que a melhor decisão seria suspender não só o Gauchão, como qualquer competição por 15 dias. Neste período, teremos um gabinete 24 horas para discutir isso. Daqui a 15 dias nos reuniremos uma vez mais ou até antes para definir. Não se pode descartar a possibilidade de encerramento. Não sabemos se nestes 15 dias a situação estará melhor ou pior. Também não sabemos se terão datas”, afirmou Hocsmann, em entrevista coletiva.

Veja como ficam todos os estaduais: 

Campeonatos Suspensos: Paulista, Carioca, Mineiro, Gaúcho, Baiano, Catarinense, Paranaense, Sergipano, Paraense, Goiano, Pernambucano, Alagoano, Cearense, Maranhense e a Copa do Nordeste

Campeonatos que seguem sendo realizados, mas com portões fechados: Distrito Federal, Paraibano, Sul-Mato-Grossense, Amapaense, Piauiense e Potiguar

Campeonatos que seguem normal e com torcida: Capixaba, Mato-grossense, Acriano, Amazonense, Roraimense, Rondoniense e Tocantinense

Incoerências e incertezas

Com este lockdown fajuto, o futebol entrou em uma zona cinzenta. A Pré-Copa Libertadores da América continua em atividade em alguns países. Nesta semana, dois clubes brasileiros (ver comentário abaixo) jogaram por esta competição na Venezuela e no Peru.

No próprio Brasil, a primeira fase da Copa do Brasil continua sendo jogada (confira abaixo). Vários jogos foram realizados, com destaque para Salgueiro x Corinthians, no interior de Pernambuco.

Pré-Libertadores

O Grêmio não teve nenhum problema para passar à segunda fase da Pré-Libertadores. O Tricolor gaúcho confirmou a vantagem que tinha em cima do Ayacucho (havia vencido o clube peruano por 6 a 1 em Porto Alegre) e derrotou novamente o rival por 2 a 1 na noite de terça-feira (16), no jogo de volta da segunda fase da Libertadores, no Estádio Olímpico Atuahalpa, em Quito, no Equador. Sosa abriu o placar, mas Ferreira e Ricardinho, nos minutos finais, deram a vitória de virada para o clube gaúcho e confirmaram a classificação para a próxima fase.

Com a classificação em cima do Ayacucho, o Grêmio pegará o Independiente del Valle, que venceu o Unión Española no mesmo dia por 6 a 2, após perder a ida por 1 a 0 e avançar pelo placar agregado. A Conmebol ainda divulgará datas e horários dos jogos da terceira fase prévia. O Grêmio fará o jogo de ida contra o Independiente del Valle em Porto Alegre e a volta é no Equador. Se eliminar o clube equatoriano, carimba sua passagem para a fase de grupo, cujo sorteio será realizado no dia 9 de abril.

Santos também se classifica

Há quatro anos sem atuar em seu país, Soteldo faz um belo gol de falta na Venezuela para classificar o Santos à próxima fase (Foto: Gabriel Santana/Santos)
Há quatro anos sem atuar em seu país, Soteldo faz um belo gol de falta na Venezuela para classificar o Santos à próxima fase (Foto: Gabriel Santana/Santos)

O Santos não fez sua melhor partida e ainda pode evoluir muito sob comando de Ariel Holan, mas o empate por 1 a 1 com o Deportivo Lara, na terça-feira (16), em Caracas, foi suficiente para garantir a equipe na terceira fase da Copa Libertadores. Com a vitória por 2 a 1 no jogo de ida, o Peixe fez o resultado que precisava ter para avançar – abriu o placar com Soteldo, num lindo gol de falta no primeiro tempo, mas sofreu um bocado na etapa final e levou o empate com Anzola. O Deportivo Lara, porém, ofereceu pouco perigo depois dissoA vitória por 2 a 1 no jogo de ida, porém, garantiu a passagem para a próxima fase. O desafio do Santos será maior na próxima etapa da competição sul-americana. 

Agora classificado, o Santos espera seu adversário na terceira fase, a última antes dos grupos – enfrenta a partir da próxima semana em jogos de ida e volta o vencedor de San Lorenzo x Universidad de Chile. O primeiro duelo terminou empatado em 1 a 1, no Chile, e o segundo será nesta quarta-feira, na Argentina.

Corinthians supera Salgueiro em Pernambuco

O Corinthians avançou à segunda fase da Copa do Brasil ao vencer o Salgueiro por 3 a 0, na quarta-feira (17), no interior de Pernambuco, no jogo único da primeira fase do torneio nacional. Os gols de Jemerson, logo no início, e Ramiro e Mateus Vital, no segundo tempo, foram suficientes para a classificação, num jogo disputado em gramado pesado, que exigiu mais luta do que bola e ficou marcado também pela participação intensa das mariposas que circundaram os refletores do estádio Cornélio de Barros. Os comandados de Vagner Mancini voltam a São Paulo com a terceira vitória seguida na temporada 2021 e a vaga na próxima fase.

Classificado, o Timão enfrenta na segunda fase o Retrô, também de Pernambuco, em jogo único a ser disputado na Neo Química Arena – o mando foi definido por sorteio. Os jogos da segunda fase serão divididos entre as semanas de 7 e 14 de abril – ainda não há data definida para Corinthians x Retrô.

Demais jogos da Copa do Brasil na semana

Outras partidas foram realizadas esta semana nos mais diversos cantos do Brasil. Aqui estão os resultados. Os clubes com asterisco estão classificados para a próxima fase do torneio:

  • Guarany de Sobral (CE) 1 x 5 CSA (AL)*
  • Esportivo (RS) 0 x 2 Remo (PA)*
  • Picos (PI)* 1 x 0 Atlético AC (AC)*
  • Castanhal (PA) 0 x 3 Volta Redonda (RJ)*
  • Atlético-BA (BA) 0 x 3 Vila Nova (GO)*
  • Santa Cruz (RS) 0 x 0 Joinville (SC)*
  • Galvez (AC) 2 x 3 Atlético-GO (GO)*
  • Retrô 1 x 0 Brusque (SC)*
  • Nova Mutum 0 (RO) x 0 Tombense (MG)*
  • Caxias (RS) 0 x 1 Fortaleza (CE)*
  • Juventude Samas (MA) 0 x 2 Operário (PR)*

NBA vai flexibilizar protocolos anti-Covid 

A legenda do basquete Kareem Abu-Jabbar sendo vacinado contra covid-19 (Foto: NBA)
A legenda do basquete Kareem Abu-Jabbar sendo vacinado contra covid-19 (Foto: NBA)

A NBA e a Associação dos Jogadores da liga enviaram um documento às equipes na noite de quarta-feira (17) no qual detalham alterações de protocolos e benefícios para atletas e franquias cujos profissionais estejam imunizados contra a covid-19. 

O documento prevê que poderão gozar de privilégios todas as pessoas envolvidas na liga duas semanas após a aplicação da segunda dose de vacina. As franquias que comprovarem ter 85% ou mais de seus jogadores e estafe vacinados também poderão obter regalias.

Entre essas “flexibilizações” estão: atletas totalmente imunizados não precisarão fazer quarentena depois de ter contato com alguém que testou positivo para a Covid-19; podem receber visitas de amigos, familiares e outros em suas casas sem precisar comunicar a equipe; e podem ter refeições em restaurantes.

As equipes que se encaixarem neste perfil não precisarão que todos os funcionários e jogadores usem máscaras o tempo todo dentro dos centros de treinamento e terão mais flexibilidade nos deslocamentos em jogos.