Papa dedica sua primeira mensagem do ano aos imigrantes

Francisco disse que sentimento anti-imigrante "fere a dignidade dos filhos de Deus"

0
2181
Papa Francisco (Foto: Mazur/catholicnews.org.uk)
Papa Francisco (Foto: Mazur/catholicnews.org.uk)

O Papa Francisco dedicou sua mensagem do primeiro dia do ano, considerado o “Dia Mundial da Paz”, aos imigrantes de todo mundo. No seu primeiro Angelus de 2018, Francisco disse que os imigrantes e refugiados são as pessoas “mais frágeis e necessitadas”, e pelas quais Deus guarda uma preocupação especial. “Gostaria de erguer minha voz mais uma vez por aqueles irmãos e irmãs que buscam um horizonte de paz no seu futuro”, disse o Pontífice da janela da Basílica de São Pedro, no Vaticano.

“Para encontrar essa paz, que é direito de todos, muitos estão dispostos a arriscar a vida em uma jornada que, na maioria das vezes, é longa e perigosa, enfrentando dificuldades e sofrimento”, disse Francisco. “É importante que todos, instituições civis, educacionais e organizações assistenciais, e também as autoridades eclesiásticas, empenhem-se para garantir aos imigrantes e a todos um futuro de paz”, disse ainda.

O pontífice denunciou o que ele descreve como uma preocupante “disseminação” de um sentimento anti-imigrante pelo mundo, que “fere a dignidade devida a todos os filhos e filhas de Deus.”

Francisco falou para uma multidão de cerca de 40 mil pessoas que se reuniram sob chuva na Praça de São Pedro.