Paralegais brasileiras esclarecem mitos sobre processos de imigração

Com escritório em Deerfield Beach, a Legally&Co é especializada em casos de imigração para brasileiros

0
1532
As paralegais Renata Rocha e Jessica Melo
As paralegais Renata Rocha e Jessica Melo

*Informe Publicitário

Quando se trata de processos de imigração, munir-se de informação correta pode fazer toda a diferença no resultado final. Especializadas no público brasileiro, as paralegais Renata Rocha e Jessica Melo, da Legally&Co, trabalham para esclarecer as dúvidas da comunidade sobre casos que vão de vistos de estudante à casamentos e naturalização. “Muita gente busca informações com amigos, parentes ou na internet e acabam investindo em soluções equivocadas por falta de orientação”, comenta Renata. Segundo a especialista, um dos mitos mais comuns nesse setor é a crença de que somente advogados estão habilitados a trabalhar em processos de imigração. “O paralegal é um profissional com capacidade civil para preencher e enviar documentos, e acompanhar processos de imigração do início ao fim”, explica.

Enquanto casos mais complexos exigem que o aplicante seja representado por um advogado, boa parte dos casos de imigração não necessitam da atuação do profissional. Dessa forma, é possível diminuir os custos do processo, dando ao paralegal incumbências como análise de documentos, preenchimento e envio de formulários. “Casos de extensão de status, por exemplo, são 50% mais baratos com um paralegal do que via advogado”, afirma Jessica. “A extensão de status é um processo simples, barato e que ajuda o aplicante a ganhar tempo”, explica.

Portadores de vistos de turista e estudante estão entre os grupos que mais apresentam dúvidas na hora de renovar ou mudar de status. “Alguns turistas temem que, ao mudar de status, ficarão impedidos de viajar para o Brasil de férias, o que não é verdade”, diz Renata. Como paralegal, ela orienta seus clientes sobre todos os cenários possíveis para se manter em conformidade com as leis dos Estados Unidos.

Outro mito comum é acreditar que somente através do casamento é possível conseguir Green Card. “Os Estados Unidos oferecem uma série de opções para imigrantes com habilidades especiais, empreendedores e pessoas com ofertas de emprego no país”, fala Renata. E para quem pensa que ao ter um bebê no país, o Green Card está garantido, a paralegal alerta: “Depende do caso. Pessoas que entram pela fronteira, por exemplo, tem um processo mais complexo. Além disso, a criança nascida no país só pode solicitar documento para os pais depois de completar 21 anos”, afirma.

A Legally&Co, fundada por Renata e Jessica, vem rapidamente se tornando um dos escritórios de imigração mais prestigiados do sul da Flórida, colecionando casos de sucesso em vistos de estudante, intercâmbio, noivado, negócios, religioso, habilidades extraordinárias e atletas, bem como serviços destinados à processos de naturalização, casamento, divórcio, testamentos, entre outros. “Apliquei para o meu Green Card e em quatro meses fui chamada para entrevista”, testemunhou Beatriz Chambliss sobre a agilidade do escritório. “Somos experts no preenchimento correto das aplicações. Nunca tivemos um processo recusado ou solicitação de mais evidências para sustentar nossos casos”, afirmam as paralegais do Legally&Co.

Serviço
Legally&Co
Endereço: 1100 S Federal Hwy, Deerfield Beach, FL 33441
Fone: (318) 200-0099
Site: www.legallyandco.com