Pastor é preso em Tampa (FL) por realizar culto e desrespeitar isolamento

Religioso não acredita na gravidade da doença, acusa a imprensa de instigar "ódio e fanatismo" e considera que sua igreja, The River at Tampa Bay Church, é um serviço essencial

0
1569
Pastor ignorou os pedidos de isolamento social e foi preso (Foto Reprodução The River at Tampa Bay)

Um pastor evangélico de Tampa (FL) foi detido nesta segunda-feira (30) por celebrar cultos com centenas de pessoas, ignorando as ordens de isolamento para evitar o avanço do coronavírus. As informações são da AFP. 

O pastor Ronald Howard-Browne, de 58 anos, foi detido por reunião ilegal e por violar as ordens de isolamento, ao celebrar dois cultos no domingo (29). O pastor “ignorou intencional e repetidamente as ordens de autoridades de saúde locais e estaduais, pondo sua congregação e nossa comunidade em perigo”, escreveu no Twitter o sheriff do condado de Hillsborough, Chad Chronister.

Howard-Browne não acredita na gravidade da doença, acusa a imprensa de instigar “ódio e fanatismo” e considera que sua igreja, The River at Tampa Bay Church, é um serviço essencial, que deve permanecer aberto durante a crise.

Na semana passada, o condado de Hillsborough County ordenou que seus residentes fiquem em casa e só saiam para ir ao supermercado, farmácia e hospitais. Igrejas não estão classificadas como serviços essenciais por reunirem um grande número de pessoas. 

Após a ordem de detenção, o pastor se entregou e foi libertado menos de uma hora depois após pagar fiança.