Pesquisa aponta ‘demanda robusta’ por profissionais de TI na Flórida

Levantamento feito junto a mais de 500 diretores de empresas de tecnologia mostra que oferta de funcionários na região é baixa e que remunerações vêm subindo para fisgar talentos

0
2637

DA REDAÇÃO, COM SOUTH FL BUSINESS JOURNAL – Quer trabalhar no sul da Flórida? Se você tiver uma graduação em tecnologia da informação, ou TI, pode ser fácil arrumar um bom emprego. É isso o que aponta uma pesquisa conduzida junto a mais de 500 diretores e funcionários do setor, que afirmam estar, no momento, procurando talentos para contratação.

O estudo foi conduzido pelos organizadores do evento ITPalooza, que aconteceu em Davie (FL) na quinta-feira (3) e reuniu mais de 2 mil participantes no campus da Nova Southeastern University, com palestras, job fairs e painéis de negócios.

A pesquisa aponta que, dos 500 entrevistados, 49% tem planos de fazer contratações no setor de TI. Outros 37% vêm considerando contratar novos funcionários e apenas 24% não informa ter planos de contratar mais pessoas. Em uma amostra do aquecimento do mercado, com grande demanda e pouca oferta de talentos, 36% dos participantes afirmaram que considerariam trocar de emprego no caso de uma oferta melhor.

“A pesquisa reflete o quão maior a demanda é em relação à oferta”, afirmou ao “South Florida Business Journal” o headhunter Alex Funkhouser, diretor de Sherlock Talent. “O número de pessoas abertas a novas propostas, que cresceu nos últimos anos, é um reflexo do quão vibrante está o mercado de trabalho na área.”

Bônus polpudos
Segundo Funkhouser, as companhias de tecnologia do sul da Flórida normalmente têm dificuldades em contratar talentos do setor porque normalmente a região paga menos do que outros polos de TI, como o Vale do Silício (Califórnia). Ainda assim, trabalhadores do setor de TI que vivem no sul da Flórida têm sido contratados para trabalhar para companhias na Califórnia e em Massachusetts remotamente -e ganham até 25% mais do que se trabalhassem para companhias locais.

O headhunter afirmou à publicação saber de uma companhia sul floridiana que vem tentando preencher uma vaga de TI há mais de um ano. Para isso, a empresa, ele diz, já elevou o salário anual de $139 mil para $180 mil. Funkhouser ainda afirma que a oferta de bonus polpudos vêm crescendo e sendo oferecida a novos talentos que chegam ao mercado na região.