Pesquisa mostra Clinton 12 pontos à frente de Trump

Mais da metade dos entrevistados (64%) disseram que o Republicano não tem credenciais para ser presidente, revela pesquisa de Washington Post/ABC

0
4456
Candidata Democrata lidera com diferença de doze pontos percentuais, diz pesquisa

Uma pesquisa divulgada na segunda-feira (27) mostrou o candidato Republicano à presidência, Donald Trump, em queda livre na preferência do eleitorado, depois de um mês de declarações polêmicas. A candidata Democrata, Hillary Clinton, abriu uma diferença sobre o Republicano na casa dos dois dígitos. A pesquisa é do jornal Washington Post e da rede de TV ABC.

Cerca de dois em cada três americanos dizem que Trump é incapaz para liderar a nação; estão apreensivos a respeito da possibilidade dele virar presidente; acreditam que seus comentários sobre mulheres, minorias e muçulmanos são injustamente discriminatórios; e afirmam que o ataque que Trump fez contra um juiz federal por causa de sua herança méxico-americana é racista.

De acordo com a pesquisa, Clinton tem 51% da preferência do eleitorado nacional, contra 39% do Republicano. É a maior diferença encontrada pelo Post/ABC desde o outono, e uma virada dramática com relação aos números do mês passado, quando os candidatos estavam virtualmente empatados.

A pesquisa mostra que 56% da população afirmam que o empresário-celebridade tem opiniões contrárias às suas crenças, enquanto 64% dizem que ele não possui as credenciais necessárias para ser presidente. Cinquenta e seis por cento afirmam categoricamente que ele é desqualificado.

Quase um terço dos Republicanos e dos Independentes com tendência Republicana dizem que Trump é desqualificado para o cargo, e 18% dizem que ele não representa o que eles pensam, expondo feridas profundas na base do Partido, enquanto Trump luta para unir conservadores em torno da convenção nacional do GOP em Cleveland, no mês que vem.

A pesquisa, feita com 1001 adultos selecionados ao acaso, mostrou um leve incremento no número de pessoas que se dizem Democratas, de 33% para 36%, em comparação com o mês de maio. Republicanos declarados somaram 24% este mês, contra 25% em maio, enquanto os Independentes ficaram em 33%. Esse incremento, entretanto, representa menos da metade dos ganhos de Clinton na última pesquisa.

O aumento na desaprovação popular com relação a Trump tem trazido desconforto para seus correligionários Republicanos. O candidato tem atacado os parlamentares do GOP que criticam suas declarações polêmicas.

Clinton lidera entre os eleitores de todas as idades, mas a pesquisa revela que a maior vantagem está entre o grupo que tem de 18 a 39 anos: 54 a 34%.

A pesquisa Post/ABC foi feita entre os dias 20 e 23 de junho com 1001 adultos selecionados ao acaso, através de telefones celulares e fixos. A margem de erro é de mais ou menos 3,5%.