Piloto de avião é banido após permitir a entrada de passageira na cabine

Caso foi descoberto depois que a moça postou foto nas redes sociais em pleno voo

0
1059
A jovem sentou-se no comando da aeronave para tomar seu chá (Foto: Reprodução Weibo)
A jovem sentou-se no comando da aeronave para tomar seu chá (Foto: Reprodução Weibo)

Desde o ataque às torres gêmeas, há mais de 18 anos, a segurança em aeroportos e aviões é extremamente rígida. No entanto, um piloto chinês da Air Guilin ignorou todas as restrições e procedimentos para, ao que parece, satisfazer o desejo de uma passageira: ele não apenas autorizou a entrada da moça na cabine em pleno voo, como permitiu que ela se sentasse no comando da aeronave. O piloto foi banido da profissão.

O caso só foi descoberto porque a jovem (que não teve sua identidade revelada) postou sua foto na cabine na rede social Weibo, bastante conhecida na China. Um detalhe: ela estava tomando chá e parecia bem à vontade. “Muito grata ao piloto! Estou tão animada”, escreveu a jovem, que está fazendo o curso para comissária de bordo.

O registro foi visto por um blogueiro chinês especializado em aviação, que não perdeu a oportunidade de criticar a companhia aérea pela falta de cuidado. A Air Guilin confirmou que o incidente aconteceu em um voo doméstico em janeiro e revelou que o piloto não só foi demitido, como proibido de exercer a profissão pelo resto da vida. Outros membros da equipe de bordo foram suspensos temporariamente, enquanto a linha aérea investiga melhor o caso.

“Nós vamos melhorar o nosso código de segurança, para evitar incidentes como este no futuro”, afirmou o porta-voz da companhia. Quanto à jovem, não é certo se ela terá futuro na profissão, mas pelo menos conseguiu guardar para sempre o registro de um chá nas alturas.