Polícia da Flórida investiga possível tentativa de venda de um recém-nascido em Kendall

Classificado no Craigslist oferecia bebê de duas semanas por 500 dólares, com irmã de quatro anos sendo oferecida gratuitamente

0
1088
O post com o anúncio veiculado no Craigslist (Foto: Reprodução - Florida Department of Law Enforcement)

As autoridades da Flórida estão investigando um anúncio veiculado no Craigslist (rede de comunidades online que disponibiliza anúncios gratuitos) que supostamente coloca à venda um bebê de duas semanas por 500 dólares. De acordo com o classificado, o comprador interessado também poderia levar a irmã do recém-nascido, de quatro anos, gratuitamente. As crianças, segundo o anúncio, vivem em Kendall, no sul da Flórida.

A Polícia começou a investigação logo após a veiculação do classificado no site (www.craigslist.org), na semana passada. Gretl Plessinger, porta-voz do Florida Department of Law Enforcement, afirmou que os agentes estão entrevistando pessoas com envolvimento no caso, mas não pôde adiantar qualquer conclusão. Ainda não está certo se o post é verdadeiro ou se foi apenas uma brincadeira.

No anúncio, o negociador disse que o bebê tem 2 semanas de idade, dorme muito e não faz barulho à noite. O comprador levaria o recém-nascido, além de roupas e fórmula para amamentação infantil – além da irmãzinha de quatro anos. O anunciante disse que vive “em um bairro influente e tranquilo” e que trabalha para o “departamento de crianças e famílias”. “Não quero ser julgado por não querer essas crianças”, finalizou a pessoa no anúncio.

Casos assim não são exatamente uma novidade na Flórida ou nos EUA. Há sete anos, Kenia Bosque, de Opa-Locka, foi presa ao negociar seu filho de oito meses para uma família do Condado de Monroe. No Tennessee, em 2017, um casal foi detido ao tentar vender o filho de cinco meses, também no Craigslist. No Colorado, no mesmo ano, um homem foi multado por usar um site de classificados para fazer uma brincadeira do mesmo tipo: “Vendo um bebê branco a preço de banana”, dizia o anúncio.