Polícia é acionada após relatos de tiros em sede do YouTube na Califórnia

Informações ainda não confirmadas é de que uma mulher teria dado início ao tiroteio e cinco pessoas foram atingidas

0
1239
Imagem KGO e CNN
Imagem KGO e CNN

A polícia de San Bruno, na Califórnia, confirmou na tarde desta terça-feira (3), que está respondendo a um caso ativo de um atirador e pediu que as pessoas se mantenham longe da região onde fica a sede do YouTube, em San Bruno, na Califórnia. A atiradora seria uma mulher, que já estaria presa. Cinco pessoas foram feridas, mas não há informações adicionais sobre o estado das vítimas.

A empresa Alphabet, dona do Google, já havia dito à agência Reuters que investigava um possível incidente com arma de fogo na sede do YouTube.

Um usuário do Twitter que se identificou como funcionário do YouTube publicou uma mensagem na qual dizia que havia relatos de um atirador no escritório da empresa.

Vadim Lavrusik disse ter ouvido barulho de tiros e afirmou estar fechado em uma sala com colegas. Minutos depois ele acrescentou que já havia sido liberado e estava fora do prédio.

Essa história está em andamento, aguarde para informações adicionais.