Local

Polícia evita atropelamento em massa durante maratona na Flórida e prende suspeita

Ashlee Lauren Morgan foi vista acelerando em direção à pista de corrida 5K Turkey Trot em St. Petersburg, com a presença de 3 mil corredores. Não se sabe se a mulher havia planejado previamente atingir os maratonistas.

Ashlee Lauren Morgan foi presa por dirigir impudentemente em direção a maratona em San Petersburg. Foto: Pinellas County Sheriff’s Office

Ashlee Lauren Morgan, 38, foi presa na quinta-feira (24), dia de Ação de Graças, após a polícia evitar que ela dirigisse de forma imprudente em direção a pista de corrida 5K Turkey Trot em St. Petersburg, na Flórida.

Ela foi vista acelerando em direção à maratona com a presença de 3 mil corredores, aproximando-se da ponte Snell Isle, quando três policiais deram ordem de parada e pediram sua carteira de habilitação, disseram as autoridades.

Segundo os policiais, ela se recusou a parar e fugiu do local em alta velocidade. Na intersecção das avenidas Snell Isle NE e Brightwater NE, outro oficial tentou detê-la mas ela conseguiu fugiu novamente, passando por cima de cones de segurança.

De acordo com o departamento, um policial finalmente a parou entre a Brightwater Boulevard NE e Lamara Way NE e mais tarde soube que ela havia fugido do local de um acidente na 26 Avenue NE e 1 Street NE, onde atingiu um semáforo.

“Graças à resposta rápida dos policiais no local, eles conseguiram detê-la e evitar o que poderia ter sido um resultado trágico”, declarou o Departamento de Polícia de St. Petersburg em comunicado. Não se sabe se a mulher havia planejado previamente atingir os maratonistas.

Ao ser presa, a polícia disse que Morgan bateu a cabeça contra as janelas tentando escapar, o que levou os policiais a aplicarem spray de pimenta na mulher.

Morgan enfrenta várias acusações entre elas dirigir com imprudência, fugir da aplicação da lei e deixar o local de um acidente com danos à propriedade.

Baixe nosso aplicativo