Polícia italiana prende suspeitos pelo acidente com teleférico que matou 14 pessoas

Investigadores afirmaram que o dono, o diretor e o chefe de operações sabiam que os freios de emergência estavam desativados

0
629
Acidente deixou 14 mortos na Itália (Foto: Divulgação)
Acidente deixou 14 mortos na Itália (Foto: Divulgação)

DA REDAÇÃO – A polícia italiana prendeu três suspeitos de responsabilidade pelo acidente com um teleférico que matou 14 pessoas no domingo (23).

Os investigadores afirmaram que o dono, o diretor e o chefe de operações sabiam que os freios de emergência estavam desativados e podem responder por homicídio e negligência. Quando o cabo se rompeu, o teleférico estava a 100 km/h.

Um teleférico caiu e deixou ao menos 14 mortos na Itália neste domingo (23), informaram autoridades do país. Duas crianças ficaram feridas. O acidente ocorreu perto do pico do Monte Marone, que dá vista para o Lago Maggiore, famoso ponto turístico no noroeste italiano.

Segundo a rede britânica BBC, as duas crianças, de 5 e 9 anos, gravemente feridas, foram levadas de helicóptero a um hospital em Turim. A de 9 anos não resistiu aos ferimentos. A de cinco anos chegou consciente e passa por cirurgia para tratar fraturas múltiplas.

A causa do acidente ainda não foi determinada, mas relatos locais apontam que o cabo do teleférico pode ter falhado a cerca de 300m do topo do monte, que tem 1.491m de altura.

O porta-voz do serviço de resgate observou que a linha foi renovada em 2016 e só recentemente reabriu, depois que bloqueios para conter o coronavírus fecharam teleféricos em toda a Itália. (Com informações da AP)