Policial que matou homem por engano no Texas é acusada de homicídio culposo

Os dois moravam no mesmo condomínio no Texas, ela entrou no apartamento pensando que estava entrando em casa e atirou em homem desarmado

0
2521
Amber Guyger matou Botham Shem Jean pensando se tratar de um invasor de sua casa
Amber Guyger matou Botham Shem Jean pensando se tratar de um invasor de sua casa

Uma policial de Dallas, no Texas, foi acusada de homicídio culposo – em que não há intenção de matar – depois de se confundir de apartamento e matar o morador, que estava desarmado e não teve chance de se defender.

Amber Guyger, uma policial branca, estava chegando do trabalho ainda com uniforme quando atirou e matou Botham Shem Jean, negro, de 26 anos. Ele morreu no hospital.

O incidente aconteceu na noite de quinta-feira (6) no condomínio South Side Flats em Dalas, onde a policial e o homem viviam. “Uma policial do sexo feminino entrou em um apartamento em que ela pensava ser seu, no fim de mais um dia de trabalho, ainda de uniforme, quando encontrou Jean dentro do apartamento e atirou”, informou a polícia.

Familiares e amigos da vítima fizeram uma vigília para homenageá-lo e também cobrar respostas das autoridades. “Nós ainda temos que lidar na América com pessoas negras sendo mortas de forma arbitrária”, comentou o advogado da vítima.

A vítima não tinha qualquer passagem pela polícia e tinha se formado pela Harding University em Arkansas. “Ele nunca olhou a raça, a cor, ele só queria que todos nós fôssemos unidos”, disse a mãe de Jean, Allison Jean.