Preços dos aluguéis dão sinais de declínio

Apesar dos indícios positivos, os preços ainda continuam a subir, embora em um ritmo mais lento

0
516
Os locatários no sul da Flórida estão pagando cerca de 21% mais em aluguel do que deveriam (Imagem: avestahousing.org)
Os locatários no sul da Flórida estão pagando cerca de 21% mais em aluguel do que deveriam (Imagem: avestahousing.org)

Depois de um ano de crescentes aumentos, parece que os preços dos aluguéis começam a cair no sul da Flórida, de acordo com o mais recente índice de locação.

Pesquisadores da Florida Atlantic University, Florida Gulf Coast University e da University of Alabama analisaram números de áreas metropolitanas em todo o País e descobriram que algumas áreas, entre elas o sul da Flórida, estão apresentando agora aumento mais lento nos preços dos aluguéis do que antes.

“Aluguéis ainda estão aumentando, mas as taxas estão mais baixas”disse Ken H. Johnson, economista especializado em imóveis da Florida Atlantic University. “Em várias cidades, notamos que muitos desses aumentos vieram nos primeiros seis meses do ano passado”.

Os aluguéis no sul da Flórida aumentaram 24.61% em julho em comparação ao ano anterior. Entretanto, a taxa de crescimento começou a decair. Na média, aluguéis subiram 8.39% nos últimos seis meses em comparação ao crescimento em torno de 16% dos seis meses anteriores, de acordo com Waller, Weeks e Johnson Rental Index.

Outras áreas que vêm mostrando redução nos preços dos aluguéis são Fort Myers, Sarasota-Bradenton, Jacksonville e Port St. Lucie.

“Esperamos que os aluguéis subam, mas não nos mesmos índices. É um bom sinal que estamos indo na direção certa”, comentou Johnson, acrescentando que, para os locatários que renovarão os aluguéis, é possível que os percentuais não sejam tão altos como foram anteriormente.

Apesar dos sinais positivos da redução nos percentuais de reajustes, isso não significa que a crise de falta de acesso aos aluguéis está chegando ao fim para todas as pessoas. Até porque os aluguéis devem manter seus reajustes, embora em índices mais civilizados.

Os locatários no sul da Flórida estão pagando cerca de 21% mais do que deveriam, com base nas tendências de preços a longo prazo. A média atual do aluguel é $2,841, ou $495 mais do que o preço do aluguel deveria estar, baseado nas tendências históricas do passado.

O acesso aos imóveis permanece uma preocupação para muitos locatários. Uma análise no site de buscas do Google feitas pelo Conductor, uma empresa de SEO e conteúdo de tecnologia de marketing, descobriu que no período de um ano a procura por “casa acessível”em várias cidades do sul da Flórida disparou ao analisar como os aluguéis aumentaram:

“Casa acessível em Boca Raton” aumentou 800%.

“Casa acessível em Fort Lauderdale” aumentou 324%.

“Casa acessível em West Palm Beach” aumentou 129%.

“Casa acessível em Miami” aumentou 122%.

“Continuaremos em uma crise de acessibilidade até que sejam construídos imóveis suficientes para acomodar toda população”, finalizou Johnson.